27 de maio de 2024

Lutador é investigado por estuprar e transmitir doenças sexuais

Segundo a Polícia Civil de Goiás, o lutador é investigado por pelo menos 8 crimes contra ex-namoradas. Vítimas foram agredidas e ameaçadas

Um lutador de jiu-jitsu é investigado por, pelo menos, oito crimes contra ex-namoradas na capital goiana. De acordo com a Polícia Civil de Goiás, Tiago Gomes de Oliveira, de 41 anos, é suspeito de agressão física, violência psicológica, ameaça, estupro e ainda transmissão de infecções sexuais.

Segundo a investigadora responsável pelo inquérito, delegada Ana Elisa Gomes, até o momento, três mulheres procuraram a delegacia para denunciar o lutador por crimes previstos na Lei Maria da Penha. Porém, a polícia suspeita de que mais mulheres tenham sido vítimas de Tiago.

Reprodução

“São muitos crimes atribuídos a ele: estupro de vulnerável, divulgação de imagens íntimas, inclusive de captação dessas imagens sem que as vítimas soubessem, crime de contágio de doenças sexualmente transmissíveis”, contou a delegada.

Segundo ela, as vítimas alegam que ele sabia estar doente e, ainda assim, se relacionava com elas. “Enfim, diversas práticas que estão sendo apuradas pela Delegacia da Mulher e, infelizmente, outras mulheres podem também ter passado por esse tipo de relacionamento com esse indivíduo”, explicou Gomes à TV Anhanguera.

imagem colorida lutador suspeito crimes contra ex-namoradas goias

Reprodução/Tv Anhanguera

imagem colorida lutador suspeito crimes contra ex-namoradas goias

Reprodução/Tv Anhanguera

Em liberdade

Uma das ex-namoradas de Tiago relatou que namorou com ele por quatro anos. Ela afirma que o relacionamento chegou ao fim há dois anos, em razão do comportamento agressivo do lutador.

Enquanto ainda estavam juntos, ela diz que o lutador se aproveitou de um momento em que ela estava bêbada e inconsciente para estuprá-la. Ele ainda gravou vídeos do crime.

“Eu estava inconsciente e embriagada e ele me forçou a manter relações sexuais e filmou tudo. No outro dia, me mostrou e eu pedi para ele apagar e ele não apagou, falou que ele ia guardar porque um dia ele poderia precisar”, disse à vítima à emissora.

De acordo com ela, após tomar conhecimento de que ela está noiva de outro homem, Tiago voltou a ameaçá-la de morte para pessoas conhecidas, além de proferir xingamentos.

O atual companheiro dela, que também é lutador, acabou se encontrando com o suspeito no último domingo (7/4), durante um campeonato internacional de jiu-jitsu, realizado em Goiânia. Na ocasião, Tiago foi preso em flagrante, suspeito de ameaçar matar a ex e o atual noivo dela.

Durante audiência de custódia, a Justiça manteve Tiago preso, sob o entendimento de que ele oferece risco à sociedade e, principalmente, às vítimas. Porém, nessa terça-feira (9/4), a defesa do lutador conseguiu um habeas corpus e ele vai voltar à liberdade.

Na decisão, o advogado Alex Tavares de Oliveira Almeida diz que a prisão preventiva do lutador é ilegal, pois foi decretada sem o parecer do Ministério Público, e defendeu a substituição da prisão por medidas cautelares alternativas, citando o bom comportamento e a residência fixa de Tiago.

O desembargador Adegmar José Ferreira acatou o pedido e determinou a expedição de alvará de soltura para Tiago, impondo medidas cautelares alternativas.

Entre as medidas estão o comparecimento a todos os atos judiciais, informar mudanças de endereço, comparecimento mensal ao juízo para informar suas atividades, proibição de sair da comarca sem autorização judicial e ainda as Medidas Protetivas de Urgência.

Lutador de perfil agressivo

Ainda de acordo com a delegada Ana Elisa Gomes, todas as ex-namoradas do lutados estiveram na delegacia nos dias 1º e 2 de abril, antes mesmo da prisão dele.

“Nós iniciamos as investigações e, infelizmente, eles se encontraram nesse evento esportivo. Duas delas estavam nesse evento, uma delas inclusive com o atual noivo, ocasião em que ele voltou a agredi-las verbalmente com xingamentos e também ameaças. Nesse momento, uma delas acionou a polícia, que foi até o local e fez a prisão dele em flagrante”, explicou a delegada.

A partir do relato das vítimas e dos antecedentes de Tiago, a delegada acredita que o lutador praticou os crimes por ter uma personalidade agressiva.

“Esse indivíduo já é um homem que tem passagens pela delegacia da mulher de alguns anos atrás, inclusive de outra ex-companheira. Ele já foi conduzido à delegacia por tentativa de estupro, responde por outras agressões, inclusive não só em relação à violência doméstica, então ele já tem demonstrado de fato ser um homem agressivo, perigoso, que significa risco à sociedade”, pontuou Ana Elisa.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost