25 de maio de 2024

Plantio do café cresce e fortalece a economia e a agricultura familiar no Acre

Qualidade do café é uma das principais bandeiras da Seagri

Investir no pequeno e médio produtor rural, incentivar a agricultura familiar, alinhada à preservação da floresta e primar pela qualidade do produto, são alguns dos principais objetivos do governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura (Seagri), na cadeia produtiva do café no estado.

Qualidade do café é uma das principais bandeiras da Seagri. Foto: Marcos Vicentti/ Secom

A produção de café robusta, o que mais se adapta ao solo amazônico, cresce a cada ano. Atualmente, o Acre se destaca como segundo maior produtor da região Norte, ficando atrás apenas de Rondônia.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Acre possui 1.062 hectares de café plantado. Os dados são de 2022, mas a estimativa é de crescimento em 2023 e 2024. Os municípios mais produtores são: Acrelândia, Brasileia, Manoel Urbano e Mâncio Lima.

De acordo com a coordenadora da cafeicultura da Seagri, Michelma Lima,  em 2017 existiam dois viveiros de mudas de café e, atualmente, existem 19 viveiros registrados. “Esse dado demonstra um aumento significativo da cafeicultura no Acre”, declarou Michelma.

A produtora rural do município de Mâncio Lima, Vandressa Mendonça, há dois anos desafiou o pai a trocar o pasto pelo plantio de café. Hoje, sua área de terra divide o cafezal com a floresta.

Vandressa colhe os primeiros frutos de sua colheita. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Tenho 7 mil pés de café plantado, mais de um hectare, trabalhamos 100% com agricultura familiar. Nós optamos em plantar café e cuidar da natureza, pensando em reflorestar”, declarou a jovem produtora Vandressa.

O secretário de agricultura, José Luis Tchê, destacou que o Acre vem avançando muito na cultura do café, o que favorece a agricultura familiar e a economia local.

Tchê em visita aos plantios de café do Juruá. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Ano passado realizamos o primeiro concurso de qualidade do café, o Qualicafé. Neste ano, iremos promover a segunda edição e mostrar para o Brasil e para o mundo que o Acre planta café de muita qualidade, além de garantir a preservação da floresta”, ressaltou o secretário.

O produtor rural José Leite, foi um dos pioneiros a plantar café na cidade de Cruzeiro do Sul. Atualmente, ele tem aproximadamente três hectares de plantação de café, já está na quarta colheita e conta com a mão de obra da própria família.

José Leite conta com a própria família para a produção do café e garante renda.  Foto: Marcos Vicentti/Secom

“O café é o meu futuro, ele garante o sustento da minha família, é o meu emprego, o emprego dos meus filhos e da minha esposa”, declarou.

Cooperativa

Com o crescimento acentuado da produção do café na região do Juruá, nasceu a cooperativa para atender os pequenos produtores da região, a Coopercafé. Com mais de 138 cooperados, 94% deles da agricultura familiar, a cooperativa compra as sacas de café dos produtores pelo preço da atual cotação de mercado.

Presidente da Coopercafé comemora os resultados positivos do plantio de café na região do Juruá. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Segundo o presidente da Coopercafé, a estimativa de crescimento para o próximo ano é promissora. “Com todos os investimentos do governo, nós iremos colher em 2024 cerca de 9 mil sacas de café e,  pela nossa estimativa,  iremos colher entre 35 a 39 mil sacas em 2025,  somente na região do Juruá. Acreditamos que estamos no caminho certo”, declarou Jonas Lima.

Em breve, a cooperativa vai contar com um Complexo Industrial, que vai impulsionar a capacidade de produção das próximas etapas do café. O complexo está em fase de construção e deve ser entregue ainda este ano. Os recursos são oriundos da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), que investiu mais de R$ 5 milhões, além de recursos próprios da Coopercafé.

Obra do Complexo Industrial deve ser entregue em 2024. Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Nós vamos impactar a vida de mais de 200 mil pessoas na região do Juruá. A produção do café é importante para a economia do país e do Acre. Com o complexo iremos atender as demandas de limpeza, processamento, secagem, lavagem e a estocagem do café. A nossa próxima etapa será de lutar pela identificação geográfica do café, que pode ficar conhecido como o café dos Andes”, disse a presidente da ABDI, Perpétua Almeida.

Capacitação

Para prestar apoio técnico aos produtores rurais e capacitar servidores, a Seagri investe no ensino. Neste mês de abril, a Secretaria de Agricultura promove o curso Colheita e Pós-colheita do Café, com o propósito de fortalecer a qualidade do café, atender os agricultores, familiares e elevar a produção.

Apoio do Sebrae

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) atua na agricultura familiar com a visão do empreendedorismo na referência de produção e qualidade.

Segundo a coordenadora de negócios do Sebrae Acre, Rina Suárez, a instituição atua para auxiliar o produtor a ter rentabilidade com excelência no produto.

“Trabalhamos com consultorias especializadas e acompanhamento de campo na busca da eficiência produtiva e principalmente na qualidade do produto, para que traga ganhos significativos para os produtores ”, informou Rina.

Sebrae auxilia o produtor a empreender com qualidade. Foto: Marcos Vientti/Secom

O Sebrae também é um dos parceiros da Seagri na realização do Qualicafé, Concurso de Qualidade do Café Robusta Amazônico do Acre, cujo objetivo é identificar, premiar e promover os melhores cafés robustas de qualidade da safra.

Investimentos

Com investimentos de aproximadamente R$ 3,5 milhões, a Seagri atendeu no ano passado, 198 produtores rurais, realizou a entrega de 800 mil mudas de café, entregou 38 toneladas de calcário, e adquiriu 140 perfuradores de solo.

Investimentos do governo garantem o crescimento da safra no Acre. Foto: Marcos Vicentti/Secom

Todo esse investimento foi possível graças a execução das emendas parlamentares do senador Alan Rick, deputado estadual Luiz Gonzaga e dos ex-deputados Antônio Pedro e Jesus Sérgio.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost