11 de junho de 2024

Prefeitura de Brasiléia decide não realizar Carnavale; evento será feito por iniciativa privada

Fernanda Hassem bate o martelo e Prefeitura de Brasiléia não realizará Carnaval

Em uma entrevista exclusiva concedida à coluna Douglas Richer do ContilNet Notícias, a prefeita Fernanda Hassem anunciou neste sábado (11) que a prefeitura não organizará o tradicional Carnaval, um dos maiores eventos fora de época do Acre.

Fernanda Hassem explicou que os recursos que seriam destinados ao Carnaval serão redirecionados para a reconstrução da cidade, afetada pela terceira maior enchente já registrada no estado. “Brasiléia foi destruída pelas águas, nós tivemos 75% da cidade submersa, onde muita gente ajudou do estado inteiro, Governo do Estado e Federal. Estou trabalhando incansavelmente para arrumar a cidade.

Carnavale em 2023/Foto: ContilNet

A decisão de não realizar o Carnaval foi justificada pela necessidade de priorizar a reconstrução das ruas e da infraestrutura da cidade. “A administração pública é parecida com as coisas da gente, a gente só faz festa quando está com condições. A condição do município hoje, eu tenho que fazer escolhas, de reconstruir a cidade, de reconstruir ruas, ramais, porque não foi alagada a cidade, foi alagado a zona rural também. E nós estamos em um trabalho intensivo de reconstrução de infraestrutura. Então, a Prefeitura mesmo não vai realizar o carnaval, eu vou priorizar reconstruir a cidade. Essa é a terceira vez que tenho que reconstruir. Quando eu assumi Brasiléia em 2017, eu tive que reconstruir, em 2023 eu tive que reconstruir, e agora eu vou ter que reconstruir a cidade de novo. E eu vou reconstruir, a cidade de novo, tenha certeza, eu vou dar dignidade para o nosso povo. É verdade, a Prefeitura não vai realizar o Carnaval,” revelou em entrevista à coluna Douglas Richer.

Fernanda Hassem bate o martelo e Prefeitura de Brasiléia não realizará Carnaval/Foto: Reprodução

Embora a prefeitura possa não estar mais envolvida na organização do evento, a prefeita destacou a importância econômica do Carnaval para a cidade. Ela revelou que estão em andamento conversas com várias empresas privadas interessadas em assumir a organização do evento.

“O próprio Carnaval aquece a economia da cidade, ele traz turismo, traz investimentos, a hotelaria lucra, o salão lucra, a loja, o restaurante, lanchonete vende, todo mundo vende. Atrai muita coisa pra cá. Então, estamos conversando com muitas pessoas da iniciativa privada, e tem muita gente querendo realizar, terceirizar o evento. E nós vamos analisar cada proposta, aquilo que preconiza a lei e depende da proposta que for feita, pode ceder a marca e local para ser realizado”, acrescentou Fernanda Hassem.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost