Sintesac discute orçamento estadual da Sesacre para 2017 na Assembleia Legislativa

Notícias dão conta da redução do orçamento de 2017, mas recursos da Saúde permanecem no mesmo patamar de 2016. Nova encontro está marcado para terça-feira

A diretoria provisória do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre (Sintesac) se reuniu na manhã desta terça-feira (30) com o deputado Jenilson Leite (PCdoB), membro da Comissão de Orçamento da Assembleia Legislativa do Estado (Aleac) para se inteirar da real situação dos recursos para o setor de saúde do Estado.

O presidente eleito do Sintesac, Adailton Cruz, revelou ter ficado assustado com as notícias de redução do total do orçamento de 2017, razão pela qual procurou a Aleac para se inteirar do tema. Adailton garantiu que estará presente na reunião agendada para terça-feira (6).

reuniao-sintesac-com-jenilson-18

Diretoria do Sintesac esteve reunida com o deputado Jenilson Leite nesta quarta-feira (30) /Foto: Assessoria

O deputado Jenilson revelou que, ao contrário do noticiado, os recursos para a Secretaria de Saúde cresceram em cerca de R$ 32 milhões, passando de R$ 780 para R$ 812 milhões. O parlamentar informou ter sido acordado na Comissão de Orçamento um espaço para as entidades interessadas poderem se manifestar sobre os números oficiais.

“A Comissão entendeu ser necessário haver um dia para as instituições poderem externar suas opiniões sobre a Lei do Orçamento Anual. Essa reunião está prevista para a terça-feira (6). E eu garanto que, se não houver um convite expresso, eu comunico diretamente ao Sintesac”, garantiu o parlamentar.

reuniao-sintesac-com-jenilson-11

Orçamento estadual da Sesacre foi debatido durante a reunião /Foto: Assessoria

Adailton destacou ter a notícia de redução de recursos para a Saúde deixado todos apreensivos, pois isso comprometeria os acordos já firmados entre o Sintesac e os representantes do governo: “O deputado Jenilson nos recebeu e mostrou não proceder a notícia da redução. Enquanto sindicato, vamos sempre nos manifestar sobre qualquer redução de recursos para a saúde, pois é um setor que necessita de ampliação constante dos investimentos e nunca de redução”, destacou Adailton.

O presidente da comissão provisória, João Batista Ferreira dos Santos, informou estar o sindicato vigilante em relação ao orçamento: “Ficamos contentes com a notícia de que seremos chamados para opinar. O fato de estar previsto um aumento nos recursos da Saúde nos deixa um pouco mais tranquilos. Vamos participar da reunião de terça e externar nossas preocupações”.

comentários

Veja também