Rio Branco, Acre,


Gina: “Além de Tião e Márcia, outros figurões da FPA são citados no esquema da Sehab”

Operação Lares

A Operação Lares, desencadeada para apurar um esquema de venda ilegal de casas, resultou no surgimento do nome de altas figuras do governo, como é o caso da chefe da Casa Civil do governo Tião Viana (PT), Márcia Regina.

PUBLICIDADE

Márcia Regina

Rossandra Maia, uma das presas na operação, diz em uma carta, já anexada ao processo, que Márcia Regina possuía uma lista com o nome de 125 pessoas que seriam beneficiadas ilegalmente com a entrega das casas.

Carta bomba

A carta-bomba de Rossandra diz ainda que a vendas e entregas ilegais de casas podem ter servido a um esquema eleitoral para reeleger o atual governador Tião Viana.

Só começando

Com relação à Operação Lares, garanto que não vazou nem a metade das informações que comprometem gestores, deputados e secretários, além de pessoas que gostam de sambar. Talvez tenha chegado a hora de dançar, literalmente.

Solidariedade mil

As redes sociais dos petistas estão abarrotadas de notas de solidariedade a Marcia Regina. Interessante ver quem nenhum desses secretários e cargos comissionados foi solidário quando centenas de pessoas pobres perderam a chance de ter uma moradia digna. Hipocrisia absurda.

Menos, Raquel

Entre as que exageram quando o assunto é elogiar o PT, prestar solidariedade a quem não precisa dela e florear um mundo escuro e fedido, é Raquel Moreira, secretária de Turismo. Menos, Raquel.

Gerlen Diniz

O deputado Gerlen Diniz tem toda a razão em pedir a abertura de uma CPI para averiguar todas as denúncias com relação à Operação Lares. Tem mesmo que irem a fundo em toda essa sujeira.

Jamyl Asfury

Para os integrantes do governo que se fizeram de mortos quando a investigação abordava apenas a gestão de Jamyl Asfury, que se diga de passagem foi curtíssima, têm agora um pepino grande para resolver ao verem o nome de altas figuras governistas citadas no processo.

Jamyl Asfury

A verdade é que não existe nenhuma evidência, na carta de Rossandra ou em outros anexos, da participação de Jamyl no esquema criminoso.

Rustênio Costa

Rossandra incrimina o ex-secretário Rustênio Costa, a quem ela atribui ter adquirido uma fazenda de mais de R$ 2 milhões com recursos obtidos ilicitamente.

Fraca

As sessões na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac) estão fracas, sem bons debates. Nada de muito produtivo tem acontecido naquele parlamento.

Bom dia a todos

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up