Com preço médio de R$ 77,96, Acre tem o 4º botijão de gás mais caro do Brasil


No Acre, o preço médio do botijão de gás é de R$ 77,96

PÂMELA FREITAS, DA CONTILNET

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgou na última sexta-feira (6) o balanço semestral do preço do botijão de gás de 13 kg.

No Acre, o preço médio do botijão de gás é de R$ 77,96, ocupando a 4ª posição entre os estados mais caros. O ranking nacional de 2018 avaliou os cinco primeiros meses de 2018.

O Dieese ressalta que a previsão para o segundo semestre é que o gás de cozinha fique mais caro porque a Petrobrás autorizou na quinta-feira (5) um novo aumento de 4,4% no botijão de Gás de 13 kg em todo o Brasil. A inflação em 12 meses não chegou a 3,00%.

Entre os fatores que aumentam o custo final está o valor de venda do gás liquefeito de petróleo (GLP, popularmente conhecido como gás de cozinha) da Petrobras na refinaria.

Porém, o valor do gás que sai da refinaria representa menos da metade (46%) do total que o consumidor paga antes de levar o botijão para casa. No caso dos impostos, o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) é o que tem o maior peso no preço.

Ranking de preço dos botijões por Estado:

1 – Mato Grosso – R$96,30
2 – Tocantins – R$85,23
3 – Roraima – R$80,21
4 – Acre – R$77,96
5 – Sergipe – R$77,49
6 – Rondônia – R$76,79
7 – Mato Grosso do Sul – R$76,42
8 – Amapá – R$75,06
9 – Goiás – R$74,03
10 – Distrito Federal – R$73,81

comentários

Outras Notícias

Veja Também