Marcus Alexandre é o candidato dos ricos, revela pesquisa do instituto Data Control


Entrevistados com renda que ultrapassa 10 salários mínimos declararam votar no petista para o governo do Acre

Foto capa ARCHIBALDO ANTUNES, DA CONTILNET

Eles se amam

O PT não se cansa de apregoar seu suposto ódio contra as elites, mas estas, pelo menos no Acre, amam o PT. É o que revela a pesquisa realizada pelo Data Control, feita em sete municípios do estado com 1.500 eleitores, entre os dias 15 e 20 deste mês.

Candidato da elite

No cruzamento das informações levantadas pelo instituto, quando se compara a renda dos entrevistados com o candidato de sua preferência, Marcus Alexandre figura como imbatível entre aqueles que têm renda igual ou superior a 9.540 reais.

Comparativo

O petista é o favorito de 50% dos que estão no topo da pirâmide financeira. Já o principal adversário do ex-prefeito, o senador Gladson Cameli (Progressistas) não recebe um voto sequer dos eleitores endinheirados.

Tudo muito óbvio

Aliás, todos os outros postulantes ao Palácio Rio Branco também não agradam essa faixa do eleitorado acreano. Esse fato é interessante por sugerir que uma minoria privilegiada por rendimentos inacessíveis ao grosso da população prefere que tudo permaneça como está.

Candidato dos pobres

Por outro lado, segundo ainda a pesquisa de intenção de voto, Gladson Cameli é disparado o preferido dos mais pobres. Eleitores que não têm renda alguma, ou que recebem até dois salários mínimos, declaram votar no progressista, num total 45% – contra 29% dos que preferem Marcus Alexandre, 5,4% o Coronel Ulysses, 2,3% Janaína Furtado e 0,2% David Hall.

Líder absoluto

Gladson também lidera entre os eleitores com rendimento entre 2 e 5 salários mínimos, bem como entre aqueles cuja renda varia entre 5 e 10 salários mínimos – com 41,3% e 42,9% das intenções de voto, respectivamente.

Reprodução

A tabela reproduzida aí abaixo fornece mais detalhes sobre esse aspecto da sondagem feita pelo Data Control, que foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número AC-01692/2018.

  

Impressão

Percebi um certo tom de queixa na declaração oficial do governo do Acre sobre não ter sido avisado da vinda dos homens da Força Nacional ao estado. Se eu estiver certo, trata-se de uma reclamação inoportuna. Afinal, quem necessita de auxílio urgente deve deixar de lado a presunção de achar que quem fornece socorro também está obrigado a dar satisfação.

A todo vapor

O deputado federal Alan Rick (DEM) está em plena campanha para a eleição dos melhores parlamentares do Prêmio Congresso em Foco 2018. A escolha dos deputados e senadores é feita em duas etapas – uma pela internet, com a participação dos internautas, e outra por um júri especializado. A votação pela internet vai até o dia 31 de julho. E a cerimônia de premiação ocorrerá em 13 de agosto.

Em paralelo

Há ainda um processo paralelo, feito por jornalistas especializados na cobertura do Congresso Nacional. São dezenas de profissionais que trabalham para diversos veículos de comunicação do país.

Critérios

A premiação é baseada em critérios como assiduidade em sessões deliberativas, participação nos debates, desempenho na apresentação de propostas legislativas e compromisso no combate à corrupção, entre outros.

Prestação de serviço

Deputada estadual Eliane Sinhasique (MDB) informa que a nova edição do seu informativo parlamentar, intitulado Alô Meu Povo, traz informações relevantes sobre a segurança pública.

União de todos

“Se queremos paz, precisamos trabalhar em conjunto com a sociedade, as instituições, governo e prefeituras”, diz ela – e com toda razão.

comentários

Outras Notícias