Rio Branco, Acre,


Homem é condenado a quase 24 anos de prisão por morte de chilena

Na mesma decisão, o juiz decretou a prisão preventiva de José Vagner Pedroza e negou o direito de recorrer da sentença em liberdade

O conselho de Sentença da 2ª Vara do Tribunal do Juri e auditoria militar condenou José Vagner Pedroza Bezerra a quase 24 anos de prisão em regime fechado pela morte da chilena Karina Constanza Bobadilla Chat. A sentença do réu foi proferido por volta das 16 horas pelo juiz Alesson Bráz. O corpo de jurados acatou a tese do promotor de Justiça Efraín Enrique Mendonza, e por maioria absoluta, entendeu que José Vagner foi o autor do crime.

José Vagner foi sentenciado a 23 anos e 11 meses pelos crime, de homicídio, com as qualificadoras de motivo torpe, recurso que dificultou a defesa da vitima, feminicídio e furto. O réu subtraiu o boné e a mochila da vitima.

PUBLICIDADE

Na mesma decisão, o juiz decretou a prisão preventiva de José Vagner Pedroza e negou o direito de recorrer da sentença em liberdade. O magistrado determinou ainda que uma cópia da sentença seja enviada ao consulado do Chile e à família da vitima.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up