23.3 C
Rio Branco
16 setembro 2021 10:38 am

Angélica diz que parou de fazer shows por crises de pânico

POR UOL

Última atualização em 30/11/2020 18:04

Completando 47 anos de idade nesta segunda-feira (30), Angélica relembrou o acidente aéreo que sofreu com a família em 2015 e revelou que parou de fazer shows pelo país por conta das crises de pânico. “Vivemos uma experiência muito forte para a alma, só que todo mundo viveu isso junto”, afirmou a apresentadora do Simples Assim numa conversa com o GShow, portal de entretenimento da Globo na web.

Segundo a loira, esse foi um trauma muito forte que fez com que desse valor às coisas que importam. “Foram quatro minutos muito intensos, de a vida passar toda pela cabeça, de um silêncio quase bom, todos quietos ali esperando acontecer alguma coisa pior”, continuou.

Angélica faz análise e chegou a conclusão que não havia superado suas angústias. “Já tinha tido problemas 10 anos antes do acidente [2005], na época ainda fazia shows. Inclusive, foi por isso que parei de cantar e fazer shows no Brasil todo, porque comecei a ter umas crises de pânico também, mas muito diferentes dessas.”

Angélica não quer saber de remédios
Sem recorrer aos remédios, encontrou na meditação o que precisava. “Eu medito, comecei a fazer ioga de novo e sem dúvida, mudou minha vida. Não só por conta desse trauma, que fez ver a vida de outra forma”, acrescentou.

Agora recuperada, explanou: “Eu abri a mente para receber o novo e comecei a ver um novo mundo por meio da meditação, da ioga, que são as ferramentas que usamos para nos curar, mas que estão todas aqui na nossa cabeça. Quer dizer, não precisa de nada externo, está tudo dentro da gente”.

O poder da meditação fez com que Angélica virasse entusiasta da técnica: “Isso tudo eu fui descobrindo ao longo desse tempo e, realmente, todo mundo que conheço, fico indicando ‘vai meditar!’. Porque só vai quem precisa, mas, na verdade, todo mundo precisa. Acho que é como fazer exercício para o corpo, só que é um exercício para a mente, que é maravilhoso”.

Fonte: UOL

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.