Rio Branco, Acre,


Itália suspende voos do Brasil devido à variante do novo coronavírus

Ministro da Saúde do país europeu disse que os cientistas precisam estudar com profundidade a nova variante e defendeu prudência

O ministro da Saúde da Itália, Roberto Speranza, assinou uma portaria que suspende os voos originados do Brasil e proíbe a entrada de pessoas que passaram pelo país nos últimos 14 dias.

“É crucial que nossos cientistas possam estudar a nova variante em profundidade. Entretanto, vamos escolher o caminho da máxima prudência”, afirmou Speranza neste sábado (14/1), em uma postagem no Facebook.

A preocupação com essa nova variante do vírus levou o governo do Reino Unido a fechar, a partir do último dia 14, as fronteiras aos viajantes do Brasil e de outros 15 países.

Em meio ao colapso, com falta de oxigênio e vagas nos hospitais em Manaus (AM), o Ministério da Saúde confirmou um caso de reinfecção pela nova cepa na capital amazonense. Trata-se de uma paciente de 29 anos, com sintomas leves. A jovem foi diagnosticada pela primeira vez em 24/3. Nove meses depois, em 30/12, recebeu outro resultado positivo.

Até o momento, dois casos de reinfecção com novas variantes foram notificados. Além daquele registrado em Manaus, há outro na Bahia, com mutação idêntica à da variante da África do Sul — esta situação segue em investigação.

Amazonas enfrenta o caos na área de saúde, com pacientes morrendo asfixiados por falta de oxigênio. Nessa sexta-feira (15/1), hospitais de Manaus (AM), onde as hospitalizações por Covid-19 crescem diariamente, receberam algumas remessas, mas o gás é suficiente apenas para algumas horas, de acordo com os médicos.

A nova variante do vírus foi encontrada no Amazonas e registrada em viajantes que passaram pela região e retornaram ao Japão.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up