Rio Branco, Acre,


Covid-19 mata uma das policiais mais conhecida de Sena Madureira

Joana, que morreu nesta quarta, esteve internada no Into por cerca de três semanas

Uma das policiais mais antigas de Sena Madureira, Joana Brandão, 63 anos, faleceu no início da noite desta quarta-feira (17), vítima da Covid-19.

Ela esteve internada por quase três semanas no Into, mas não resistiu a crueldade da doença, que já matou quase mil pessoas em todo o Acre.

Uma irmã de Joana, Dona Cotinha, disse que ainda não sabe se a policial será sepultada em Sena Madureira, lugar onde ela viveu quase toda sua vida.

“Estamos aguardando a chegada do esposo dela para saber o que vamos fazer. Acredito que ela será sepultada em Sena. É um momento muito difícil para toda a família”, disse dona Cotinha ao ContilNet.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up