18 C
Rio Branco
7 maio, 2021 1:19 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Pimenta: aprovação do presidente Jair Bolsonaro é de apenas 24%

51,5% das pessoas entrevistadas avaliam o governo como ruim/péssimo

POR RORAIMA ROCHA, DO CONTILNET

100 DIAS DE GESTÃO

À partir deste sábado, 10, o Prefeito Tião Bocalom pode passar a contar com uma cobrança ainda mais incisiva por parte da imprensa, dos vereadores e da população, pois completa os primeiros 100 dias governando Rio Branco. Esse é o período dado aos novos gestores para que se adaptem, conheçam a máquina publica e afinem a equipe. Fim de tempo. Agora, precisa começar a mostrar resultados, afinal, foi eleito prometendo muito e criou expectativa.

UM PAÍS LADEIRA ABAIXO

PIB, esperança de dias melhores, qualidade de vida, confiança no poder público, poder de compra, tudo está em baixa, a única coisa que vem crescendo no Brasil é o número de mortos pela Covid-19.

GOVERNO REPROVADO

Pesquisa divulgada pela Exame na manhã desta sexta-feira, 9, trouxe más notícias ao Governo Bolsonaro, 51,5% das pessoas entrevistadas avaliam o governo como ruim/péssimo, somente 24% aprova. Outros 22% consideram regular e 2,5% não souberam responder.

ACABOU A ESPERANÇA

A esperança dos que ainda apostavam em Bolsonaro era em uma guinada econômica, que não veio, pelo contrário, o dólar beira R$ 6,00, a botija de gás R$ 90,00, o combustível acima de R$ 5,50, a cesta básica todo dia fica mais cara e a carne virou artigo de luxo.

SUS COM CREDIBILIDADE

A pandemia trouxe pelo menos algo de bom, a volta da confiança das pessoas no Sistema Único de Saúde (SUS). Para 61% dos ouvidos na pesquisa da Exame, o SUS tem mais capacidade para lidar com problemas da pandemia que a rede privada. E quando o assunto é a área social, 57% acredita que o governo é quem mais pode contribuir, 28% confia nas empresas privadas e 15% em Organizações Não Governamentais. Os números não são animadores para os que acreditam no “privatiza geral”, no “menos Estado”.

NA HORA DE CUIDAR, TÁ DE CORPO FORA

O noticiário desta sexta-feira informa que o prefeito Tião Bocalom (Progressistas)  contraria o decreto do Governo e autorizar que igrejas funcionem nos finais de semana. Prefeitos com esse poder é um absurdo, pois quando os fiéis adoecerem, a responsabilidade de cuidar será da Saúde Estadual. Não vou nem entrar no mérito da questão.

NÃO IRIA APARECER UM PARA ASSINAR

Seria bom se o Ministério Público pudesse acordar com pastores e demais líderes religiosos que querem abrir seus templos, a assinar um termo de compromisso obrigando as igrejas a arcarem com todos os custos de tratamento dos fiéis que porventura venham a se infectar.

ADMINISTRADORA ÍNTEGRA

Após o governador Gladson Cameli reafirmar que fará o convite para a ex-prefeita Socorro Neri integrar sua equipe, muito se especula sobre o possível rumo da gestora, um dos locais em que mais se aposta, é na Educação, que passa por investigação por suposta corrupção. Não há nada oficial. Que Neri agregaria muito à equipe é ponto pacífico, e se for na Educação, ainda põe fim nesse debate. A educadora saiu da Prefeitura de Rio Branco com a fama de ser linha dura contra quem quer dar uma de esperto com o erário público.

ENTREVISTA COM EDUARDO RIBEIRO

O entrevistado da coluna deste fim de semana será o advogado e pecuarista Eduardo Ribeiro. Vamos bater um papo sobre a primeira experiência como candidato, cenário político local e nacional, perspectiva para o futuro, e sobre todo essa repercussão sobre uma possível saída do PDT, participação do Governo Gladson Cameli e muito mais. Não percam!