30.3 C
Rio Branco
21 julho, 2021 1:52 pm

Gladson Cameli prestigia conclusão do Curso de Ações Táticas Especiais

Governador parabenizou os formandos e lembrou dos investimentos realizados na Segurança Pública em sua gestão

POR SECOM

A Polícia Militar do Estado do Acre (PMAC) realizou, nesta sexta-feira, 25, a solenidade de conclusão da 3ª edição do Curso de Ações Táticas Especiais (Cate). O evento realizado no Batalhão de Operações Especiais (Bope), em Rio Branco, foi prestigiado por diversas autoridades, entre elas, o governador Gladson Cameli, e de familiares dos concludentes.

O curso é considerado um dos mais desafiadores na área da Segurança Pública. Durante 50 dias, os participantes tiveram que superar seus próprios limites físicos e mentais em treinamentos intensos. Nesta edição, que contou com 22 disciplinas e carga horária de 480 horas, 42 profissionais da Polícia Militar do Acre e Rondônia, Polícia Civil, Polícia Penal do Acre e Espírito Santo, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Nacional do Peru foram selecionados para o Cate.

Do total, apenas 13 agentes de segurança finalizaram a capacitação. A partir de agora, estes operadores táticos estão altamente preparados para atuarem em ocorrências consideradas de alta complexidade, como gerenciamento de crises, ações antibombas, tiro de precisão, tiro tático policial e patrulha rural e ribeirinha.

Entre os formandos está o policial militar acreano Alisson Machado Dias. Na corporação há três anos, o profissional afirmou que a experiência é um marco em sua carreira. “Ser um cateano é um sentimento inexplicável. Durante 50 dias, fomos levado ao extremo, mas também fomos capacitados e estamos ainda mais preparados para defender a nossa sociedade”, declarou.

Em seu pronunciamento, o governador Gladson Cameli parabenizou os policias pela bravura e dedicação demonstradas no decorrer do curso. Na oportunidade, o gestor reconheceu a relevância destes servidores para o bem estar social e manutenção da ordem, além de destacar os avanços conquistados na Segurança Pública em sua administração.

“Eu estive no campo de treinamento destes policiais e pude ver o esforço de cada um deles para estarem aqui nessa formatura. Infelizmente, muitos desistiram, mas gostaria de dar os meus parabéns para cada um de vocês, que são vitoriosos”, pontuou.

“Aproveito ainda para dizer que sou conhecedor das dificuldades e das reivindicações justas que vocês nos cobram. Dentro da lei, estamos fazendo tudo que é possível para atendê-las e queria lembrar das conquistas. Somente em promoções na Polícia Militar, foram 1.735. Adquirimos novas viaturas e podem aguardar por mais investimentos até o próximo ano”, completou.

O secretário de Justiça e Segurança Pública aproveitou o momento para ressaltar a necessidade da qualificação adquirida pelos policiais . “Os senhores são o último recurso, a bala de prata. Quando todos falham, os senhores entram em ação. Por isso, a responsabilidade de trajar essa farda é tamanha e não basta somente técnica, há a necessidade de muita entrega e, principalmente, respeito aos princípios basilares, que nos levaram a escolher essa profissão”, argumentou Paulo Cezar Rocha dos Santos.

Presente na solenidade, o comandante-geral do PMAC, coronel Paulo César Gomes, agradeceu o apoio dado pelo governador Gladson Cameli na realização de cursos de formação, assim como o compromisso de seguir valorizando os militares.

“A realização dos cursos dentro das datas estabelecidas pela lei é fundamental para que os nossos policiais sejam promovidos e não tenham nenhum prejuízo na ascensão funcional dentro da carreira”, enfatizou.

A solenidade contou ainda com a presença do comandante do Bope, tenente-coronel Flávio Inácio; do comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Carlos Batista; do delegado-geral da Polícia Civil, Josemar Portes; do diretor-presidente do Instituto Socioeducativo, coronel Mário Cézar Freitas; do deputado federal Alan Rick; do deputado estadual Cadmiel Bomfim; entre outras autoridade e familiares dos policiais.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.