37.6 C
Rio Branco
21 setembro 2021 2:23 pm

Concurso PF: diretor recebe da Fenapef demanda dos excedentes

Em reunião com o DGP, o presidente da Fenapef colocou em pauta a demanda de mais aprovados no concurso PF 2021. Saiba mais!

POR FOLHA DIRIGIDA

Última atualização em 02/08/2021 10:12

Os aprovados do atual concurso PF que não estão dentro das vagas iniciais já lutam para garantir uma futura convocação. Os famosos excedentes, como são conhecidos, conseguiram apoio da Fenapef e levaram a demanda até o diretor da corporação.

Na última quinta-feira, 29, o diretor de Gestão de Pessoal (DGP), Oswaldo Gomide, recebeu a direção da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e representantes do grupo dos excedentes.

Segundo Gomide, a expectativa é aproveitar o maior número possível de aprovados e que encaminhará essa demanda ao diretor-geral da Polícia Federal, Paulo Maiurino, que assumiu a corporação em abril deste ano.

Vale lembrar que a Fenapef também contribuiu em 2018 com a luta desses aprovados. O presidente da federação, Luís Boudens, esteve presente no encontro e disse:

“Esse chamamento acaba sendo benéfico para a sociedade, porque se torna muito mais barato que a realização de um novo concurso”, disse.

Boudens ainda complementou dizendo que esses candidatos tiveram notas altas e que a convocação deles à corporação em nada prejudicaria a qualidade dos serviços prestados.

O que diz o grupo de aprovados?

Para chegar até a Fenapef, o grupo dos excedentes alegaram que o déficit de profissionais na Polícia Federal é grande. E isso procede. A corporação tem perdido diversos servidores mensalmente, por vários motivos.

Além disso, mesmo que sejam chamados 500 a mais, assim como prevê e anunciou o presidente Jair Bolsonaro, esse quantitativo não seria o suficiente.

Segundo o grupo, são cerca de 3.800 candidatos (incluindo os aprovados dentro das vagas anunciadas) que estão em condições de serem convocados.

Concurso da PF está na fase de exames médicos

Recentemente, o Cebraspe e a Polícia Federal divulgaram os resultados finais do TAF do concurso PF e as convocações para as próximas fases, que serão:

  • avaliação médica; e
  • preenchimento da Ficha de Informações Confidenciais (FIC).

E como foi o TAF do concurso PF?

O teste físico do concurso PF foi uma etapa obrigatória para todos os candidatos e tem caráter eliminatório. Somente os aprovados na prova discursiva foram convocados. Na ocasião, foram cobrados os seguintes testes:

  • Teste em barra fixa;
  • Teste de impulsão horizontal;
  • Teste de natação (50 metros);
  • Teste de corrida de 12 minutos.

Concurso da PF tem 1.500 vagas de nível superior

edital de abertura do concurso da Polícia Federal conta com 1.500 vagas. Todas as chances são em cargos de nível superior. O regime de contratação é o estatutário, que garante a estabilidade.

Os profissionais terão uma jornada de trabalho de 40 horas semanais e contam com a seguinte distribuição de vagas por cargo:

  • Agente de polícia  – 893 vagas
  • Escrivão de polícia  – 400 vagas;
  • Papiloscopista policial federal  – 84 vagas;
  • Delegado de polícia  – 123 vagas.

As vagas oferecidas são em formato nacional, ou seja, sem distribuição por regiões. A Polícia Federal convocará de acordo com suas necessidades. A Região Norte e as faixas de fronteira são os locais com mais vagas disponíveis.

Quais os requisitos e cargos do concurso PF?

Carreira Requisitos Remuneração 
Agente Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Escrivão Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Papiloscopista Nível superior em qualquer área + CNH R$12.980,50
Delegado Nível superior em Direito, experiência de três anos + CNH R$24.150,74
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.