34.3 C
Rio Branco
21 outubro 2021 5:03 pm

Luciano Hang é convocado a depor na CPI da Covid na próxima quarta-feira

Empresário será ouvido sobre a fraude na certidão de óbito da sua mãe Regina Hang e a participação no gabinete paralelo

POR CARTA CAPITAL

Última atualização em 23/09/2021 09:45

O empresário bolsonarista Luciano Hang, dono da Havan, terá que depor na CPI da Covid no Senado na próxima quarta-feira 29. A convocação foi aprovada em sessão da comissão na manhã desta quinta-feira 23.

Hang terá que explicar a falsificação da certidão de óbito da própria mãe, Regina Hang, para defender o chamado tratamento precoce, ineficaz contra a Covid-19.

A fraude, que foi realizada na Prevent Senior, é apontada em um dossiê que foi entregue à comissão e comprova diversas ocultações de mortes por Covid-19 para alterar resultados de um estudo que indicava medicamentos do ‘kit covid’ como solução para a doença.

O caso foi usado por Jair Bolsonaro e outros aliados, como o próprio Hang, para defender o uso dos medicamentos ineficazes no combate à doença. A suspeita é de que o estudo fraudulento tenha sido feito a pedido do presidente.

O empresário bolsonarista ainda terá que explicar qual o seu papel no chamado gabinete paralelo, responsável por aconselhar Bolsonaro na condução da pandemia. O grupo é acusado de indicar posturas negacionistas e ineficazes, como o tratamento precoce e a imunidade de rebanho.

O atraso na vacinação também é atribuído à atuação do gabinete do qual Hang seria integrante junto com outros empresários como Carlos Wizard e médicos como Nise Yamaguchi e Paolo Zanotto.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.