23.9 C
Rio Branco
24 novembro 2021 8:59 pm

Concurso CGU: ‘edital no mais rápido possível’, diz ministro

POR FOLHA DIRIGIDA

Última atualização em 09/11/2021 09:41

Ao que tudo indica, o edital do concurso CGU não deve demorar muito para ser divulgado. Mesmo assim, os ansiosos de plantão precisam esperar, pois na primeira quinzena não deve sair. Mas os trabalhos são para tê-lo o quanto antes.

Em resposta pelas redes sociais, o ministro Wagner Rosário informou que publicar o edital até o dia 15, ou seja, na primeira quinzena, “é impossível”.

Mas, ele continua, e enfatiza que os esforços são para publicar o quanto antes:

“Na primeira quinzena de novembro será impossível. Estamos trabalhando para que a publicação do edital ocorra o mais rápido possível.”

Vale lembrar que, em outubro, o próprio ministro chegou a dizer que o prazo era lançar o edital até o fim de novembro. Dessa forma, a controladoria está dentro da previsão inicial.

Nessa mesma época, ele informou que a aplicação das provas estava prevista para o início de fevereiro. As datas ainda não foram reveladas.

Concurso CGU será organizado pela FGV

Na última sexta-feira, 5, a Controladoria-Geral da União confirmou uma das principais informações do próximo concurso: o nome da banca organizadora.

A dispensa de licitação foi publicada e confirmou a Fundação Getulio Vargas (FGV) como banca organizadora.

O próximo passo é assinar o contrato com a instituição. Feito isso, o edital deve sair em seguida, após definição do cronograma.

Concurso CGU: edital foi autorizado com 375 vagas

aval do concurso CGU foi publicado em em 27 de julho. A demanda visa preencher 375 vagas, sendo, dessas, 300 para o cargo de auditor e 75 para técnico de nível médio.

Conforme consta no projeto básico, ao qual Folha Dirigida teve acesso com exclusividade, o concurso da CGU ofertará para ampla concorrência, mas também contará com reserva para negros e pessoas com deficiência (PcDs).

Também já se sabe os salários atualizados, por exemplo, o auditor contará com ganhos de R$19.197,06, enquanto o técnico recebe um vencimento inicial de R$7.283,31.

Os dois contarão com auxílio-alimentação de R$458, referente aos servidores federais. Dessa forma, a remuneração totaliza:

  • Técnico: R$7.741,31
  • Auditor: R$19.655,06

Veja a distribuição completa das vagas:

Cargo: Auditor Federal de Finanças e Controle
Tipo de Prova* Região ou Órgão Central Estado/DF Número de vagas
I 1- Região Norte Ampla Concorrência Reservada aos candidatos negros Reservada a portadores de deficiência  Total por região ou órgão central
Acre 5 1 (2) 46
Amazonas 6 1
Amapá 5 1
Pará 8 2
Rondônia 4 1
Roraima 5 1
Tocantins 5 1
2- Órgão Central Distrito Federal 64 16 (4) 80
II Órgão Central Distrito Federal 64 16 (4) 80
III Órgão Central Distrito Federal 32 8 (2) 40
IV Órgão Central Distrito Federal 42 12 (3) 54
Total 240 60 (15) 300

*De acordo com a ênfase nas seguinte áreas do conhecimento, combinadas ou não: Auditoria, Fiscalização, Tecnologia da Informação, Finanças, Contabilidade Pública e/ou Direito.

Cargo: Técnico Federal de Finanças e Controle
Região ou Órgão Centra Estado/DF Número de vagas
Ampla Concorrência Reservadas aos candidatos negros Reservadas a portadores de deficiência Total por Região ou Órgão Central
1- Região Norte Acre 2 0 (1) 24
Amazonas 3 1
Amapá 3 1
Pará 3 1
Rondônia 3 1
Roraima 2 1
Tocantins 2 1
2- Órgão Centra Distrito Federal 41 10 (3) 51
Total 59 16 (4) 75
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!