18.7 C
Rio Branco
18 maio 2022 7:31 pm

Governo amplia força-tarefa para combater crimes ambientais no Acre em 2022

Planejamento das ações integradas para combater os ilícitos, principalmente o desmatamento ilegal e as queimadas, conta com mobilização aérea, terrestre e fluvial

POR AGÊNCIA AC, NOTÍCIAS DO ACRE

Última atualização em 20/01/2022 16:13

Assim como para vencer a pandemia causada pela covid-19, o governo do Acre está unindo todos os esforços para combater os crimes ambientais, em especial o desmatamento ilegal e as queimadas. Um grupo de trabalho composto por diversos órgãos do governo foi montado para apoiar a logística das missões e permitir a presença do Estado nas unidades de conservação (UCs) estaduais, projetos de assentamento e também na zona urbana de todos os municípios.

Um diferencial das ações deste ano é a entrada da equipe da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) que, junto com a Secretaria do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas (Semapi), vai coordenar os processos de planejamento para viabilizar as ações. Hoje pela manhã estiveram reunidos na Seplag representantes de todas as instituições da fiscalização e combate aos crimes ambientais, o Comando e Controle do Estado, para apresentação do planejamento anual.

O documento detalhado, que está ainda em fase de ajustes, inclui a aquisição e locação de equipamentos e veículos para dar suporte ao trabalho dos técnicos em campo. Caminhões para transporte de máquinas e materiais apreendidos, bem como os locais de armazenamento, estão dentro da planilha de custos. Uma aeronave, barcos, quadriciclos, caminhonetes e drones estão entre os suportes que as equipes terão para acessar os locais mais longínquos do estado para realizar as ações de fiscalização.

O documento detalhado, ainda em fase de ajustes, inclui a aquisição e locação de equipamentos e veículos para dar suporte ao trabalho dos técnicos em campo. Foto: José Caminha/Secom

Sem sobreposição de equipe e com equipamentos e transportes adequados para cada localidade, as ações serão otimizadas, de acordo com o secretário de Estado do Meio Ambiente e das Políticas Indígenas, Israel Milani, que participou da reunião, no formato online. “Estamos presentes nas UCs, mostrando um trabalho integrado desde 2019, mas a cada ano buscamos melhorar as estratégias. Estamos unidos para combater os ilícitos ambientais e melhorar a qualidade de vida das pessoas”, comentou.

A secretária em exercício da Seplag, Kelly Lacerda, lembrou: “As instituições já vêm trabalhando de forma integrada e nós da Seplag vamos somar esforços na captação de recursos e articulação governamental para que nenhuma das missões seja prejudicada. Vamos fortalecer as ações em busca dos resultados efetivos para a conservação ambiental”.

De acordo com a diretora executiva da Semapi, Vera Reis, as ações integradas serão desenvolvidas de forma simultânea, ou seja, as equipes serão organizadas e conseguirão estar em campo em locais diferentes. “Enquanto uma equipe estará na Floresta Estadual do Antimary, outro grupo com a mesma capacidade de ação estará atuando na Área de Relevante Interesse Ecológico, por exemplo. Essa simultaneidade somente será possível com o apoio da estrutura governamental nas ações”, explicou.

O governo do Acre, desde 2019, tem atuado de forma integrada nas missões de comando e controle, com o uso de tecnologias e estratégias traçadas para combater os crimes ambientais, principalmente as invasões de terras públicas, o desmatamento ilegal e as queimadas ilegais.

Além da Seplag e Semapi, a reunião contou com representantes do Ministério Público (MPAC), da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), da Secretaria de Comunicação (Secom) e do Instituto de Meio Ambiente (Imac), além das instituições da Política Militar (PMAC), o Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) e o Corpo de Bombeiros (CBMAC).

Essa foi a segunda reunião de alinhamento de 2022 e o grupo elencou pautas prioritárias para tratar nos próximos encontros, entre elas a finalização dos processos e recebimento das multas aplicadas.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.908 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.