29.3 C
Rio Branco
1 julho 2022 12:10 pm

Jovem que matou médico acreano era seu conhecido; crime foi precedido por sexo e cocaína

O suspeito disse ainda que “estava na casa de seu ficante (médico) e que os dois estavam fazendo uso de cocaína desde sábado”

POR REDAÇÃO CONTILNET

Última atualização em 06/06/2022 21:56

O jovem Gustavo Makuch Zentil, 20 anos, acusado de matar o médico acreano Fábio Alessandro Maia, confessou à polícia que o crime foi precedido por sexo e abundante uso de cocaína.

Gustavo disse à polícia que era ficante da vítima e que a agrediu após sofrer um ataque. Os detalhes foram divulgados pelo Portal aRede.

SAIBA MAIS: Médico acreano é agredido até a morte pelo próprio amigo no interior do Paraná

Médico e agressor tinham relacionamento e usavam drogas antes do crime, diz PM - RIC Mais
Fabio tinha 44 anos/Foto: Reprodução

O suspeito disse ainda que “estava na casa de seu ficante (médico) e que os dois estavam fazendo uso de cocaína desde sábado”. Também consumiram bebidas e fizeram sexo. O rapaz afirma ter matado Fábio com chutes e murros.

“O brutal crime aconteceu na Rua dos Mendes, 106, em Prudentópolis. O imóvel pertencia ao médico. No piso e nas paredes do quarto havia muita mancha de sangue, segundo informou a PM. No local foram apreendidos três aparelhos celulares. Gustavo é de Guarapuava e permaneceu preso”, diz um trecho da reportagem.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 6.097 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.