22.3 C
Rio Branco
7 agosto 2022 8:17 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Um ano após divórcio, homem contrata pessoa para seguir e fotografar ex-esposa

A vítima foi seguida pelo ex-marido durante caminho para Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, onde realizou a denúncia

POR G1

Uma mulher, de 25 anos, foi até à Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), nesta quarta-feira (27), denunciar o ex-marido, de 50 anos, por perseguição e ameaça. Segundo a vítima, eles foram casados por três anos e há um ano estão divorciados, porém ele não aceita o término. Durante o período, o homem contratou uma pessoa para segui-la e tirar fotos dela.

Nessa terça-feira (26), o suspeito procurou a irmã da vítima, pedindo ajuda a ela para conseguir reatar a relação. Ele ainda apresentou imagens da ex-esposa em dias e locais diferentes, revelando que está vigiando a vítima.

Por meio de familiares, a jovem descobriu que o ex-marido contratou o ex-cunhado dela para segui-la e fotografá-la. Inclusive, o homem já foi visto em frente à casa dela.

Com essas informações, a vítima entrou em contato com o suspeito, nesta quarta, e pediu para ele parar de persegui-la. Porém, como resposta o homem disse: “você me pertence e por isso não vai ficar com ninguém”. Além disso, ele ainda a ameaçou, dizendo que se ela procurar a polícia, ele irá matá-la.

A Deam fica lotada na Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande — Foto: Sejusp-MS/Divulgação
A Deam fica lotada na Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande — Foto: Sejusp-MS/Divulgação

Depois da conversa, ela se dirigiu até a Deam. No caminho, percebeu que era seguida pelo ex-marido. À polícia, a jovem disse que teme pela própria integridade e solicitou medidas protetivas contra ele para se proteger. A vítima não quis representar criminalmente contra o suspeito.

O registro policial detalha que a jovem foi atendida pelo setor psicossocial da Casa da Mulher Brasileira (CMB), onde foi orientada a procurar a Defensoria Pública de Defesa da Mulher e o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) para acompanhamento psicossocial.

Canais de apoio

Os canais de atendimento da Defensoria Pública de Defesa da Mulher é o telefone (67) 3313-5835 e também o ambiente virtual www.defensoria.ms.def.br.

Já o Centro Especializado de Atendimento à Mulher realiza agendamentos gratuitos por meio do telefone 0800-671236 ou presencialmente no centro, que fica na Rua Pedro Celestino, nº437, centro, Campo Grande/MS.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.