21 de fevereiro de 2024

Campanha de vacinação contra gripe pretende vacinar mais de 300 mil acreanos; saiba mais

As informações foram dadas pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre)

A vacinação contra a gripe nos estados da região Norte iniciou nesta segunda-feira (13) e vai até 15 de dezembro. Tradicionalmente realizada em todo o Brasil entre os meses de abril e maio, a imunização no Norte foi adiantada, enquanto que nas outras regiões será realizada daqui a seis meses.

A medida, adotada de forma inédita pelo Ministério da Saúde, visa atender às particularidades climáticas da região, que inicia agora o “Inverno Amazônico” – período de maior circulação viral e de transmissão da gripe.

O objetivo do Ministério da Saúde é imunizar ao menos 90% dos chamados grupos prioritários. Foto: Júnior Aguiar/Sesacre

No Acre, pelo menos 90% de cada um dos grupos prioritários devem ser vacinados contra influenza, sendo crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais, povos indígenas, professores e trabalhadores de saúde. Os demais grupos prioritários não contabilizam a cobertura vacinal.

Ao todo, 317.504 pessoas, que fazem parte dos grupos prioritários, devem ser vacinadas, segundo a Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre). A vacina visa reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação.

No Acre, deve acontecer também o ‘Dia D’ de mobilização para vacinação, no dia 25 de novembro. Mais de 300 mil pessoas devem ser vacinadas nos grupos prioritários, sendo crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade 989.176); Trabalhadores da Saúde (16.864); Gestantes (11.525); Puérperas (1.884); Professores (11.864); Povos Indígenas (34.071); Idosos • Pessoas acima de 60 anos (34.071); Pessoas em situação de rua (210); Profissionais de Forças de Segurança e Salvamento (4.220); Profissionais das Forças Armadas (2.309); Pessoas com Doenças Crônicas (23.111); Pessoas com Deficiência Permanente (38.397); Caminhoneiros (1.284); Trabalhadores – Transporte Coletivo (493); Trabalhadores Portuários (0) e População Privada de Liberdade (6.174).

A vacina utilizada é trivalente, ou seja, apresenta três tipos de cepas de vírus em combinação, protegendo contra os principais vírus em circulação no Brasil. A estimativa é que 6,6 milhões de pessoas sejam imunizadas no Norte brasileiro. O Dia D de mobilização para a vacina está previsto para 25 de novembro.

PUBLICIDADE