21 de fevereiro de 2024

Documentário revela últimas palavras de John Lennon pela primeira vez

No documentário Em Lennon: Murder Without a Trial, o concierge do edifício em que o John Lennon foi assassinado falou pela primeira vez

Foto colorida de John Lennon - Metrópoles

Vinnie Zuffante/Getty Images

John Lennon foi assassinado no dia 8 de dezembro de 1980. Entretanto, somente agora, em dezembro de 2023, no documentário Em Lennon: Murder Without a Trial, o concierge do edifício Dakota, local em que o astro dos Beatles foi assassinado, falou pela primeira vez sobre a tragédia.

Jay Hastings trabalhava na recepção do prédio e ouviu as últimas palavras do cantor e caiu no chão em sua frente. “Ele passou correndo por mim e disse: ‘Levei um tiro’. Tinha sangue saindo de sua boca. Ele caiu no chão”, declarou.

Hastings ainda relembrou que Yoko implorou por uma ambulância. “Eu o virei de costas, tirei os óculos e coloquei-os sobre a mesa. Yoko estava gritando: ‘Chame uma ambulância, chame uma ambulância, chame uma ambulância’”, contou.

O taxista Richard Peterson, que testemunhou o crime, também deu o seu relato ao documentário. “Lennon estava entrando e um garoto disse: ‘John ​​Lennon’. Ele era um cara grande. Eu estava olhando para ele pela janela da frente do meu táxi. De repente ele atirou. Esse cara acabou de atirar em John Lennon”, completou.

PUBLICIDADE