18 de abril de 2024

Homem que cobrava pedágio é executado a tiros no Segundo Distrito de Rio Branco

Vítima tinha passagem pela polícia

Na tarde deste domingo (21), um violento homicídio chocou os moradores do bairro Recanto dos Buritis, no segundo distrito de Rio Branco (AC). Wanderson Lima de França, 34 anos, conhecido como “Vacão”, foi brutalmente executado com vários tiros na Travessa Paraíso.

Wanderson Lima de França já possuía várias passagens pela polícia/Foto: redes sociais

Testemunhas relatam que Wanderson caminhava pela via pública quando, de maneira abrupta, um homem se aproximou, sacou uma arma de fogo e disparou diversas vezes contra a vítima. Após o ataque, o criminoso fugiu do local, deixando Wanderson ferido no chão.

Homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local/Foto: ContilNet

Populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu),  no entanto,  em razão dos ferimentos,  Wanderson não resistiu, sendo declarado morto no local pelos socorristas.

Wanderson Lima de França já era conhecido das autoridades, tendo uma extensa ficha criminal. No final do ano passado, ele ganhou destaque ao invadir uma igreja e agredir violentamente um pastor, resultando na amputação da perna do religioso. Mesmo detido na ocasião, Wanderson foi liberado em audiência de custódia.

IML foi acionado para a remoção do corpo/Foto: ContilNet

A trajetória criminosa de Wanderson prosseguiu, envolvendo ameaças a terceiros e agressões físicas. No último mês, ele foi alvo de um ataque onde sofreu traumatismo craniano e hematomas pelo corpo, sendo atendido no Pronto-Socorro de Rio Branco (Huerb). Dias depois, voltou a ser detido pela Polícia Militar, portando uma escopeta durante uma ameaça com arma de fogo.

A Polícia Civil, por meio da Equipe de Pronto Emprego (EPE), esteve no local do crime para coletar informações e acionou o Instituto Médico Legal (IML) para os procedimentos periciais. O corpo de Wanderson foi encaminhado para necropsia, e a família aguarda a liberação.

O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que buscará esclarecer as circunstâncias e motivações por trás desse violento assassinato que abalou a comunidade do Segundo Distrito de Rio Branco.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost