21 de abril de 2024

Governo do Acre trabalha para garantir abastecimento de água potável para a população durante enchentes

Essa grande operação pós-alagação tem o objetivo de desobstruir esgotos, bueiros, vias públicas e fazer a desinfecção das áreas castigadas pela enchente

Diante das recentes cheias que assolam o Acre, o governo do Estado, por meio do Serviço de Água e Esgoto do Estado do Acre (Saneacre), intensifica esforços para assegurar o fornecimento de água potável nas áreas não afetadas e nos abrigos.

Em uma demonstração de apoio solidário, o Saneacre anunciou seu compromisso em auxiliar a Prefeitura de Brasileia, conforme reunião realizada com a prefeita Fernanda Hassem, nesta terça-feira, 27, na sede local da Defesa Civil.

Nesse encontro, ficou acordado que caminhões-pipas serão disponibilizados para o abastecimento emergencial dos abrigos na cidade, além de reforçar o fornecimento de água nas regiões não atingidas.

Governo e Prefeitura de Brasileia unem-se para garantir água potável aos abrigos. Foto: cedida

“É uma determinação do governador Gladson Cameli que toda a estrutura do Estado esteja à disposição das prefeituras, tanto agora como depois da enchente. O Saneacre está trabalhando para continuar fornecendo seus serviços regulares e atender de forma emergencial os abrigos, reforçando o compromisso com o bem-estar da população”, declarou o presidente do Saneacre, José Bestene, que monitora a situação de praticamente todos os municípios do estado.

Alan Ferraz, diretor de operações do Saneacre, ressaltou o compromisso da autarquia em agir durante e após as enchentes, fornecendo assistência emergencial.

“Alinhamos com a prefeita de Brasileia uma ação conjunta para suprir o abastecimento dos abrigos com carros-pipas e, posteriormente, o Saneacre atuará com caminhões hidrojatos para desobstruir redes de esgoto e retornar à normalidade”, afirmou.

Essa grande operação pós-alagação tem o objetivo de desobstruir esgotos, bueiros, vias públicas e fazer a desinfecção das áreas castigadas pela enchente.

Caminhões-pipas auxiliam no abastecimento dos abrigos. Foto: Alan Ferraz/Saneacre

Durante o fenômeno das cheias, as áreas afetadas têm o fornecimento de água potável interrompido por meio da rede de distribuição, enquanto as localidades secas recebem maior distribuição devido ao aumento da demanda.

Um exemplo recente ocorreu nesta quarta-feira, 28, na Av. Manoel Marinho Monte, em Brasileia, onde o Saneacre realizou o conserto de uma adutora de 200 mm, responsável por abastecer boa parte da cidade. Essas ações destacam o compromisso do governo do Acre e do Saneacre em garantir o bem-estar e a saúde da população em meio às adversidades causadas pelas cheias.

Saneacre realiza concerto e melhorias em tubulações. Foto: cedida

Operações de reforço

O Saneacre também trabalha em vários municípios com o reforço e troca de flutuantes nas unidade de captação de água, para, assim, enfrentar as fortes correntezas dos rios e balseiros, ação que também é realizada em Brasileia.

No município de Porto Acre, ainda na última terça-feira, 27, equipes de manutenção da autarquia realizaram a reestruturação de tubulações e do sistema elétrico no conjunto moto-bomba que capta água para a cidade.

Em Manoel Urbano, a instituição realizou a troca total do flutuante que fica sobre o Rio Purus, já que parte do equipamento foi danificada em meio às colisões.

Saneacre reforça estruturas de captação para resistir a balseiros e fortes correntezas. Foto: Cedida.

Em Bujari, Saneacre, Deracre e prefeitura municipal trabalham na reconstrução da barragem do açude que provê o líquido precioso para o município. O transtorno foi causado pelas fortes chuvas que atingem a região.

Diante dessa situação, o Saneacre mobiliza esforços de forma urgente para reconstruir e fortalecer a barreira danificada, adotando um plano de contingência que inclui a ampliação da barragem de concreto para reforçar sua estrutura interna, complementando a barreira natural de terra existente e, assim, manter água armazenada para o verão. O abastecimento local se mantém regular.

Ação de reconstrução da barragem do açude de Bujari. Foto: Aleksandro Soares/Saneacre

Assim, o Saneacre apresenta os bastidores do saneamento e os desafios enfrentados para manter o abastecimento de água à população acreana, nos 21 municípios em que o governo do Estado é responsável, através da autarquia, por manter o fornecimento de água potável.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost