29 de maio de 2024

Concurso Nacional Unificado: caderno de prova não poderá ser levado pelos candidatos

As provas do Concurso Nacional Unificado serão aplicadas em 5 de maio

As provas do Concurso Nacional Unificado serão aplicadas em 5 de maio e a organização do certame vem destacando informações importantes a respeito da etapa, que ocorrerá a menos de 20 dias.

Conforme explica o coordenador-geral de logística do CNU, Alexandre Retamal, os candidatos que forem fazer as provas no dia 5 de maio não poderão levar os cadernos de prova para casa. A prática é comum em grande parte dos certames e apreciada pelos concurseiros, que têm o hábito de conferir suas respostas com o gabarito preliminar divulgado posteriormente pela organizadora.

Arte: EBC

No entanto, a Fundação Cesgranrio, tradicionalmente, não tem costume de permitir que os candidatos saiam dos locais de prova com os cadernos. O que a organizadora já permitiu, em certames passados, foi que o candidato anotasse seu gabarito na folha de papel do cartão de inscrição, impresso e levado pelo próprio inscrito. Esta prática também não será permitida no Concurso Nacional Unificado.

De acordo com o coordenador, a medida de se justifica para assegurar a segurança nas provas e prevenir possíveis fraudes, já que os candidatos sairão do espaço de provas para almoçar e retornarão com o mesmo cartão de inscrição para as provas do período vespertino.

Recentemente, o MGI divulgou o que poderá e o que não poderá ser levado no dia da prova. Confira aqui!

Confira o que disse o coordenador:

Revisões de reta final do Concurso Nacional Unificado

Faltando menos de 20 dias para as provas, é chegado o momento dos concurseiros acelerarem a preparação, seja estudando os últimos tópicos de novos conteúdos, seja reforçando as revisões e resolução de questões.

Pensando nisso, o Direção preparou os Resumos de Reta Final do CNU, desenvolvidos especialmente para quem busca focar na revisão e maximizar seus resultados. O material oferece uma seleção cuidadosa de resumos direcionados e questões práticas para cada matéria cobrada no edital.

Confira os resumos disponíveis:

Panorama do Concurso Nacional Unificado

O Concurso Nacional Unificado oferta 6.640 vagas de níveis médio e superior de formação para 21 órgãos e entidades do Executivo Federal.

As oportunidades estão distribuídas em 8 blocos temáticos, segmentados conforme mostrado abaixo:

  • Bloco 1 – Infraestrutura, Exatas e Engenharias: 727 vagas;
  • Bloco 2 – Tecnologia, Dados, e Informação: 597 vagas;
  • Bloco 3 – Ambiental, Agrário e Biológicas: 530 vagas;
  • Bloco 4 – Trabalho e Saúde do Servidor: 971 vagas;
  • Bloco 5 – Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos: 1.016 vagas;
  • Bloco 6 – Setores Econômicos e Regulação: 359 vagas;
  • Bloco 7 – Gestão Governamental e Administração Pública: 1.748 vagas;
  • Bloco 8 – Nível Intermediário: 692 vagas.

Os aprovados no certame receberão salários iniciais que variam entre R$ 5.866,69 (Técnico do IBGE) e R$ 22.921,71 (Auditor Fiscal do Trabalho).

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas, para todos os cargos, no dia 5 de maio de 2024, em dois turnos, sendo:

  • Turno matutino (2h30 de prova)
    • Nível superior: provas objetivas de conhecimentos gerais (20 questões) + prova discursiva de conhecimento específico do bloco;
    • Nível médio: provas objetivas (20 questões) + redação.
  • Turno Vespertino (3h30 de prova)
    • Nível superior: provas objetivas de conhecimentos específicos (50 questões);
    • Nível médio: provas objetivas (40 questões).

Resumo do Concurso Nacional Unificado

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost