17 de junho de 2024

Bocalom diz que não sente rancor do Progressistas: “Vamos ganhar no 1º turno”

“Não houve alienação, subterfúgio. Foi tudo bem discutido”, disse Bocalom

Durante discurso no ato oficial de anúncio da união do Progressistas e PL, neste sábado (25), o prefeito Tião Bocalom declarou que a chapa foi construída em discussões transparentes.

“Não houve alienação, subterfúgio. Foi tudo bem discutido”, disse.

O prefeito lembrou que em 2012, ele e Alysson já haviam concorrido a Prefeitura de Rio Branco/ Foto: Juan Diaz, ContilNet

O prefeito aproveitou para lembrar o episódio que aconteceu no ano passado, quando ele, membro do Progressistas, foi liberado pela Executiva Municipal do partido, para deixar o PP e procurar outra sigla para concorrer a reeleição.

“Quando pediram para eu sair, que não queriam mais a minha presença no PP, não teve problema. Ninguém me viu falar mal de ninguém. A gente tocou o projeto. De repente, o União Brasil vem junto. Tínhamos um acordo que eles iriam indicar o vice. Mas acontece que o União Brasil também é um partido de direita, que conversa, que pensa e que quer o melhor para Rio Branco. Foi quando iniciou-se uma conversa com o Progressistas, para discutir a vinda do PP. Resolveram abrir mão do vice. E trouxeram o nome do Alysson. Eu falei: Tá feito. Sem nenhum problema”, disse.

O prefeito lembrou que em 2012, ele e Alysson já haviam concorrido a Prefeitura de Rio Branco. “O sonho de 2012 agora vai se tornar realidade. Vamos ganhar no 1º turno”, completou.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost