11 de junho de 2024

Crítica: Marisa Abela é o ponto alto de filme sobre Amy Winehouse

Habilidade da atriz inglesa de incorporar os maneirismos e a energia de Amy Winehouse torna as diferenças físicas entre elas irrelevantes

Quando a inglesa Marisa Abela foi anunciada intérprete na cinebiografia de Amy Winehouse muitos fãs torceram o nariz. Para além da falta de semelhanças físicas, críticos projetavam que a atriz teria dificuldades de incorporar a energia única da cantora, que se tornou símbolo de uma geração.

Contrariando as expectativas, a atuação de Abela é, sem dúvidas, um dos maiores acertos de Back to Black, que chegou nesta quinta-feira (16/5) nos cinemas do país.

As incongruências entre as fisionomia de Abela e Amy são praticamente esquecidas à medida em que a intérprete agrega o comportamento e os gestos corporais da artista, incluindo os tiques verbais, associados após a morte da cantora à possibilidade dela ter desenvolvido a síndrome de Tourettes.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost