11 de junho de 2024

Mãe é presa após agredir filha de 9 anos que pediu socorro ao irmão

Criança mandou mensagem ao irmão mais velho, que acionou a PM; mãe foi presa em flagrante e confessou o crime: “Bati sim, e daí?”

São Paulo – Uma mulher de 53 anos foi presa na madrugada desta sexta-feira (17/5) na cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, suspeita de agredir a filha de 9 anos.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Militar (PM) foi acionada pelo irmão da menina, de 27 anos, que recebeu uma mensagem da criança com um pedido de socorro, dizendo que estava sendo agredida pela mãe.

Os agentes foram ao local, no bairro Jardim José Sampaio, zona oeste da cidade, e disseram que a mulher, que trabalha como cozinheira, estava alterada quando abriu a porta para recebê-los.

Os PMs encontraram a criança com lesões no rosto e com medo. A mãe admitiu ter agredido a filha fisicamente: “Bati sim, e daí? É minha filha”.

Reprodução/Google Street View

O irmão da vítima, que fez a denúncia, chegou ao local durante o atendimento. Ele, que atualmente mora em Sertãozinho, também no interior paulista, disse aos policiais que também era agredido pela mãe quando era criança.

A criança foi levada até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Norte, onde foi atendida e liberada. O Conselho Tutelar foi acionado para cuidar dela.

Já a mãe foi levada à Central de Polícia Judiciária (CPJ) e presa em flagrante por lesão corporal dolosa, quando há intenção, e violência doméstica.

Como se tratam de crimes cuja pena não ultrapassa quatro anos, o delegado arbitrou fiança no valor de R$ 2 mil. Porém, a cozinheira não pagou a quantia e ficou presa. Ela deve passar por audiência de custódia nesta sexta-feira.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost