Em reunião com delegação europeia, Gladson reforça compromisso ambiental no Acre

O encontro ocorrido nesta sexta-feira (14), no Palácio Rio Branco, visou fortalecer as ações ambientais no Acre e consolidar parcerias internacionais

Pela manhã, o governador Gladson Cameli participou de uma reunião com Carlos Aragón, secretário executivo do GCF Task Force (Fórum Global dos Governadores para Clima e Floresta) no Brasil, e representantes de agências de cooperação da Itália, França e Espanha, na capital. O encontro ocorrido nesta sexta-feira (14), no Palácio Rio Branco, visou fortalecer as ações ambientais no Acre e consolidar parcerias internacionais.

Comitiva trouxe representantes da Itália, França e Espanha/Foto: José Caminha

O GCF é uma força-tarefa subnacional, estabelecida em 2008, que promove cooperação em políticas climáticas, financiamento, troca de tecnologia e pesquisa. A organização envolve 38 estados e províncias de diversos países, incluindo Brasil, Colômbia, Costa do Marfim, Equador, Espanha, Estados Unidos, Indonésia, México, Nigéria e Peru, com o objetivo de integrar políticas de REDD+ (Redução das Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal) e outras iniciativas de redução de emissões de gases de efeito estufa.

Entre os participantes do encontro também estavam Pietro Graziani e Marco Camacho, da Agência de Cooperação Italiana; Julie Messias, secretária de Estado do Meio Ambiente do Acre. A delegação da União Europeia apresentou o programa Amazônia+, que visa fortalecer iniciativas de preservação ambiental e desenvolvimento sustentável.

Governador reforçou compromisso de preservação ambiental com desenvolvimento social/Foto: José Caminha

Além disso, o estado acreano, tem se destacado pela significativa redução do desmatamento, a maior desde 2019, equivalente a mais de 33.400 campos de futebol, conforme mapeamento da Sema. O resultado reflete a eficácia da governança ambiental implementada no estado. Como reconhecimento, o projeto Acre: Rumo ao Desmatamento Ilegal Zero foi aprovado pelo Fundo Amazônia, garantindo um investimento de R$ 98 milhões para fortalecer as iniciativas locais.

Compromisso com a sustentabilidade

A secretaria do meio ambiente do acre, Julie Messias, destacou a importância das áreas florestais, que representam 84% do território do Acre, e ressaltou o trabalho de recuperação e aproveitamento das áreas já abertas, com uma abordagem transversal. Ela mencionou a cooperação com os estados vizinhos pando (Bolívia) e Madre de Dios (Peru), como parte do programa Amazônia+, promovido pela União Europeia.

“Nosso foco é na integração das políticas ambientais com o desenvolvimento econômico, garantindo que as comunidades locais se beneficiem diretamente dessas iniciativas. Trabalhamos em estreita colaboração com parceiros internacionais para fortalecer nossas estratégias e atingir nossos objetivos de preservação e progresso”.

O governador Gladson Cameli reforçou o compromisso do governo estadual com a agenda ambiental. “Desde que assumi, em 2019, temos colocado o Acre no protagonismo dessa pauta. Iniciamos o verão amazônico com uma série de ações para fortalecer a preservação e o desenvolvimento, com foco no crescimento social e econômico das pessoas”, declarou.

Perspectivas futuras

Carlos Aragón enfatizou a importância da mobilização dos parceiros para fortalecer as discussões do GCF, que terá uma ampla agenda de eventos no segundo semestre. Destacou que a COP do próximo ano será realizada no Brasil e o próximo encontro de governadores do GCF será no Acre. “Queremos que essa visita seja o primeiro passo para uma cooperação mais estreita com a União Europeia. O Amazônia+ é fundamental para nós e está muito alinhado com nossos objetivos”, afirmou.

O encontro reforça a determinação do Acre em se tornar um modelo de preservação ambiental e desenvolvimento sustentável, com forte apoio e cooperação internacional.

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost