Polícia prende dupla suspeita de emprestar e alugar armas para crime organizado na Capital


Dupla utilizava câmeras de segurança no apartamento para monitorar a chegada da polícia

REDAÇÃO CONTILNET

Elias da Silva Medeiros, de 27 anos, e Max Lopes da Silva Santos também de 27 ano, foram presos na tarde de terça-feira (22), em um apartamento localizado na Travessa Sidnei, bairro Recanto dos Buritis.

Com os acusados, a polícia prendeu dois revólver calibre 38, uma luneta um carregador de metralhadora .30. Um silenciador usado em arma, 26 munições de revólver, calibre 38, além de uma quantia em dinheiro de cinco mil e 100 reais.

Dupla já estava sendo investigada pela polícia/Foto: ContilNet

Segundo a polícia, Elias, que estava cumprindo pena pelo crime de roubo em regime iaberto e era monitorado por tornozeleira eletrônica, estava sendo investigado por suspeito de estar emprestando e alugando armamentos para o crime organizado. Ao perceber a chegada da polícia, pelas câmeras de segurança do seu apartamento, o suspeito ainda teria tentado se livrar de uma das armas, mais foi flagrado e recebeu voz de prisão.

Produtos apreendidos com os suspeitos/Foto: ContilNet

Max Lopes da Silva, de 27 anos, já havia sido preso no último domingo (20), pelo mesmo crime no município de Plácido de Castro e foi liberado durante audiência de custódia.

“Nos estávamos recebendo diversas informações de que no local havia o comércio de entorpecente. Levantamos as informações, solicitamos ao poder judiciário um mandado de busca e fomos cumprir na tarde de ontem. O Elias, ao chegarmos tentou se livrar de uma das armas jogando em um terreno baldio. A outra arma nós encontramos dentro do guarda roupas. Na casa havia câmeras de segurança que eles usavam pra monitorar a chegada da polícia. Eles comandavam o comércio de drogas e de armas naquela região”, disse o delegado responsável pelas prisões, Pedro Resende.

comentários

Outras Notícias

Veja Também