Pacientes denunciam que Huerb fica sem “aferidor de pressão” e deixa de realizar atendimento básico


REDAÇÃO DA CONTILNET

Pacientes que procuraram o Hospital de Urgência e Emergência de Rio Branco (Huerb) na manhã desta terça-feira (3) não conseguiram o atendimento básico de triagem pois o hospital está sem esfigmomanômetro, aparelho usado para aferir pressão arterial.

Lorrana Andrade Santos, 23, foi uma das pacientes prejudicadas pela ausência do aparelho. “Estou aqui desde 7h30, já são mais de 10 horas e eu não consegui o atendimento ainda”, informou a jovem.

/Foto: ContilNet

Segundo informações, o “manguito” eletrônico do aparelho aferidor de pressão estaria com problemas por isso o atendimento básico não estaria acontecendo.

“Os enfermeiros informaram que o hospital não possui o aparelho manual, apenas o eletrônico. Um hospital do tamanho da Huerb não ter um manguito extra, é complicado”, finalizou Andrade.

O OUTRO LADO

Por meio da assessoria de imprensa, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), informou que “o que ocorreu foi um defeito no acessório chamado de manguito, indispensável ao funcionamento do mesmo, O acessório foi prontamente substituído e o atendimento restabelecido e normalizado”.

 

 

comentários

Outras Notícias

Veja Também