Rio Branco, Acre,





Prefeitura realiza grande mobilização contra a tuberculose em Rio Branco


ASCOM PMRB

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou nesta terça-feira, 20, no Centro de Saúde Dr. Ary Rodrigues, no bairro Seis de Agosto, nova ação de prevenção e combate à tuberculose. O trabalho começou com   abordagens a motoristas na Via Chico Mendes e distribuição de material informativo sobre a doença aos pedestres e usuários do CS Ary Rodrigues.  A atividade marcou a abertura das ações da Semana Nacional de Combate à Tuberculose que acontece até 23 de novembro em todas unidades básicas de saúde de Rio Branco.

A atividade marcou a abertura das ações da Semana Nacional de Combate à Tuberculose que acontece até 23 de novembro/Foto: Assis Lima

A tuberculose é uma doença infecciosa e transmissível que afeta prioritariamente os pulmões, embora possa acometer outros órgãos e sistemas. Em Rio Branco ocorrem cerca de 280 casos por ano. Em oito desses casos, o paciente morre pelo agravamento da doença. “A Semana de Combate à Tuberculose vem ocorrendo em todas as nossas unidades visando conscientização sobre a doença, cujo tratamento é todo gratuito e ao ser iniciado já se interrompe a cadeia de transmissão”, explicou a secretária Adjunta de Saúde, coordenadora da Semana Nacional de Combate à Tuberculose, Jesuíta Arruda.

A tuberculose é uma doença de transmissão aérea – ocorre a partir da inalação de aerossóis. Ao falar, espirrar e, principalmente, ao tossir, as pessoas com tuberculose ativa lançam no ar partículas em forma de aerossóis que contêm bacilos. A transmissão da tuberculose é plena enquanto o indivíduo estiver eliminando bacilos. Com o início do esquema terapêutico adequado, a transmissão tende a diminuir gradativamente e, em geral, após 15 dias de tratamento chega a níveis insignificantes.

Ação ocorreu no bairro Seis de Agosto/Foto: Assis Lima

Diagnóstico precoce é a melhor prevenção

O diagnóstico precoce continua sendo a melhor forma de prevenir a transmissão da doença, iniciando o tratamento adequado o mais rápido possível. Com 15 dias após iniciado o tratamento, a pessoa já não transmite mais a doença. O tratamento deve ser feito por um período mínimo de seis meses, diariamente e sem nenhuma interrupção. A prevenção inclui evitar aglomerações, especialmente em ambientes fechados, mal ventilados e sem iluminação solar. A tuberculose não se transmite por objetos compartilhados.

“Aqui em nossa unidade realizamos cerca de 1,5 mil atendimentos gerais ao dia. Para diagnosticar a tuberculose podemos fazer três testes diferentes”, relatou Paula Costa, diretora do Centro de Saúde Ary Rodrigues.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários









Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também