Rio Branco, Acre,





Parceria do Governo com o Hospital do Amor repercute de forma positiva na Assembleia Legislativa


O Estado vai salvar vidas” destacou a parlamentar

REDAÇÃO CONTILNET

A deputada estadual Antônia Sales (MDB) disse no pequeno expediente da Assembleia Legislativa do Acre na manhã de terça-feira, 26, que a parceria entre o Governo do Acre e o Hospital do Amor, prevista para acontecer a partir do mês de março, vai ajudar a salvar vida de mulheres que necessitam de tratamento do câncer de mama.

“Prevenir é o melhor remédio. Essa parceria vai permitir que milhares de mulheres possam receber o atendimento que em regiões isoladas como a nossa, no Juruá, é precário. O Estado vai salvar vidas” destacou a parlamentar.

Antônia Sales disse que por meio da união com o município de Cruzeiro do Sul poderá receber um mamógrafo digitalizado – aparelho de última geração na prevenção do câncer de mama – que vai permitir o atendimento de mulheres das cidades de Marechal Thaumaturgo e Porto Walter, além de populações das cidades do Amazonas que fazem fronteira na região.

Hospital do Amor/Foto: Reprodução

“Estou pedindo prioridade na assinatura desse convênio. Sei que o secretário Alysson Bestene é uma pessoa sensível e vai permitir que esse serviço chegue o quanto antes às regiões mais distantes” voltou a comentar.

A deputada esteve visitando as instalações do Hospital do Amor no final de semana ao lado da deputada federal Jéssica Sales (MDB). Com recursos na ordem de R$ 31 milhões para sua construção, o Hospital de Amor é fruto de uma parceria com o MPT do Acre e Rondônia, que cedeu o montante vindo de precatórios pagos pelo Estado resultado de processos dos anos 90.

Parceria vai diminuir demanda reprimida no tratamento

Atualmente, o Acre tem a terceira maior taxa de mortalidade por câncer de colo de útero no país. Dados de 2014 do Instituto Nacional do Câncer mostram que, a cada 100 mil mulheres no estado, 10,9 morrem por causa da doença. Com o hospital e as unidades móveis, será possível fazer o rastreamento, a prevenção e detecção precoce do câncer de mama, do grupo de mulheres na faixa etária de 40 a 69 anos, e do câncer de colo de útero, entre 25 a 64 anos, em todo o estado.

A capacidade do Hospital de Amor é de mais de 8 mil procedimentos por mês. Ao menos 90 mil mulheres em todos os municípios devem ser beneficiadas, reduzindo a incidência de câncer avançado no Estado.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários



Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Outras Notícias

Veja Também