Rio Branco, Acre,


Policial que atropelou mulher em Rio Branco será investigado pelo MPAC

O militar poderá perder a farda da PM após o término das investigações

A promotora de Justiça Maria Fátima Ribeiro Teixeira, abriu processo investigatório criminal contra o policial militar Alan Melo Martins pelo atropelamento e  morte de Silvinha Pereira, no último sábado (18), na Avenida Dias Martins, na capital.

Entenda: Motorista em alta velocidade atropela casal em moto 
Mulher que foi atropelada por policial militar na Estrada Dias Martins morre no Pronto Socorro

O processo foi publicado na edição do Diário Eletrônico do órgão nesta quarta-feira (22). De acordo com o despacho de Teixeira. “Considerando a necessidade de prevenção de qualquer abuso de autoridade ou omissão por parte dos policiais ou agentes penitenciários, que deve se pautar pelo respeito aos direitos humanos e obediência ao princípio constitucional da legalidade, o MPE resolve instaurar procedimento investigatório criminal visando a apuração do fato noticiado”, destaca trecho do documento.

Leia também: Policial envolvido em acidente na Dias Martins responde por morte de menina com tiro de fuzil

O militar dirigia um carro de cor vermelha, quando atropelou o casal José da Silva e Silva e Silvinha Pereira da Silva, ocasião em que ambos sofreram lesões corporais. Os dois foram encaminhados ao Pronto Socorro de Rio Branco, Silvinha passou por um procedimento cirúrgico, mas não resistiu aos ferimentos e veio à óbito na segunda-feira (20).

Alan foi afastado da segurança do gabinete militar do governador Gladson Cameli ainda na segunda. O Policial poderá perder a farda da PM após o término das investigações.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias