Rio Branco, Acre,





Passageira que perdeu compromisso por atraso de voo deve ser indenizada


Sentença do Juizado Especial Cível da Comarca de Cruzeiro do Sul destaca sofrimento suportado pela reclamante

AGECOM TJAC

O Juizado Especial Cível da Comarca de Cruzeiro do Sul condenou empresa de transporte aéreo a pagar R$ 8 mil de indenização por danos morais para a autora de processo judicial, em função desta ter perdido confraternização de família por causa de atraso em escalas e conexões de voo.

Após atraso, cliente será indenizada/foto: Reprodução

A reclamante contou que comprou passagens para ela e sua família partindo de Cruzeiro do Sul para Santarém, com escala em Rio Branco, conexão em Brasília e escala em Manaus. Mas, por conta de atrasos nas escalas e conexão, a consumidora contou que não conseguiu chegar a tempo da confraternização em família que participaria.

Na sentença, publicada na edição 6.370 do Diário da Justiça Eletrônico, da terça-feira, 11, a juíza de Direito Evelin Bueno, titular da unidade judiciária, reconheceu o dano moral sofrido pela consumidora.

“Nesse escopo, sopesando o sofrimento íntimo suportado pela reclamante, com atraso por mais de quatro horas em Rio Branco, atraso em Brasília, falta de continuidade do voo em Manaus, ineficiência na assistência material, tendo a autora chegado ao seu destino com dois dias de atraso”, asseverou a magistrada.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários






Outras Notícias

Veja Também