Rio Branco, Acre,


Grávida de gêmeas morre por complicações da Covid-19; bebês também não resistiram

Mulher estava no sexto mês de gestação; Parto das crianças foi antecipado, mas as duas meninas não resistiram

A psicóloga Julliane Ferreira Aguiar, de 29 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (28) em Araguaína, norte do Tocantins, vítima do coronavírus. Ela estava no sexto mês de gravidez de gêmeas e por causa da piora no quadro clínico da Covid-19 teve que antecipar o parto. As duas meninas também não resistiram.

A psicóloga estava internada desde o último domingo (23) no Hospital Dom Orione em Araguaína. Julliane Ferreira era servidora da Prefeitura de Araguaína. De acordo com o município, desde 2017 ela atuava na seleção de profissionais na Secretaria de Administração.

PUBLICIDADE

“Ela vinha passando mal há algumas semanas. No domingo passado ela passou muito mal e teve que dar entrada no hospital. Ela foi alternando dias bons e dias ruins, melhorava e ficava um pouco pior. Tava comunicando com a gente, mandando áudios até que ela passou muito mal na quinta-feira à noite”, contou o primo da jovem Lucas Ferreira.

Psicóloga estava grávida de gêmeas — Foto: Arquivo Pessoal
Psicóloga estava grávida de gêmeas — Foto: Arquivo Pessoal

 

Julliane seria mãe pela primeira vez e passou por uma cesariana para retirar as crianças. Uma das meninas morreu logo após a cirurgia e a outra nesta quinta-feira (27). A mulher precisou ser transferida para a UTI, mas sofreu duas paradas cardíacas e teve os rins e pulmões comprometidos pelo coronavírus.

“Ela não apresentou nenhum sintoma de melhora ou piora depois de ser internada na UTI, mas o quadro dela estava muito grave e o organismo não conseguiu recuperar e acabou falecendo. Perdemos três vidas”, lamentou o primo.

Os corpo da psicóloga foi levado para Arapoema, onde vivem os parentes da mulher, no fim da manhã desta sexta-feira (28). O sepultamento aconteceu por volta das 13h. Os corpos das duas bebês também foram enterrados na cidade.

Julliane Ferreira era muito conhecida e querida na cidade natal. Os moradores fizeram uma carreata para prestar uma última homenagem para ela. A Prefeitura de Araguaína também lamentou a morte.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up