Rio Branco, Acre,


Acre queimou mais que Rondônia, Roraima e Maranhão nos primeiros 8 meses do ano

Estado contribuiu com 6,4% para o total de focos de incêndio entre as unidades da Amazônia Legal

O Acre fechou os oito primeiros meses do ano com 4.044 focos de incêndio. O estado contribuiu com 6,4% para o total de queimadas entre as unidades da Amazônia Legal, ficando acima de Rondônia (6,1%), Maranhão (6,1%) e Roraima (2,6%).

Lideram a lista Mato Grosso (30,9%), Pará (22,9%), Amazonas (16,8%) e Tocantins (8,2%). As informações são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e têm como referência o satélite Aqua Tarde.

PUBLICIDADE

O acumulado do ano no Acre já é superior ao registrado em 2019, 2016 e 2010. Feijó e Tarauacá são as cidades que mais queimam em 2020, com 1.122 e 725 notificações, respectivamente.

Nesta segunda-feira (31), o governo do Estado decidiu decretar emergência ambiental no Acre em virtude dos incêndios. Na última sexta (28), a qualidade do ar em Rio Branco foi a pior do ano e acima do limite considerado aceitável para a saúde da população.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up