Rio Branco, Acre,


Valdemiro Santiago, após ser expulso da TV, vai à falência, perde mansão de R$ 35 mi e implora por ajuda

O pastor Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, não ficou de fora e está passando por alguns problemas financeiros

O ano de 2020 está se destacando por conta de suas inúmeras tragédias. Além do mundo estar enfrentando uma pandemia, a economia não está lá essas coisas, principalmente, no Brasil que está enfrentando uma crise.

O pastor Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, não ficou de fora e está passando por alguns problemas financeiros.

De acordo com o “Metrópoles”, o apóstolo estaria vendendo a mansão em que morava em Alphaville, em São Paulo. No entanto, o problema é que houve uma desvalorização, avaliada em R$ 35 milhões, a casa foi colocada a venda por R$ 22 milhões.

Vale lembrar que Valdemiro está sendo investigado pelo Ministério Público Federal (MPE), pois o pastor estava estimulando a venda de sementes para seus fiéis com a promessa de que elas eram a cura para o COVID-19, nos valores de R$ 100 a R$ 1 mil.

Além disso, o pastor corre o risco de ter seu canal do YouTube cortado pela programação da Igreja Mundial do Poder de Deus.

EXPULSO DA TV
Como já havia sido noticiado pelo TV Foco, o pastor recebeu o aviso de que será expulso da Ideal TV no próximo mês.

A Ideal TV passará a se chamar Loading e terá seguirá com programações similares a emissora da MTV, dedicando-se à cultura pop, à musicas e aos e-sportes, entre outros.

Durante um culto realizado por Valdemiro, ele comunicou os fãs e desabafou: “Eu queria que vocês se empenhassem muito na ajuda a obra do senhor nesses dias. Esse tempo todo que vocês conhecem a obra, a obra sempre precisou da sua ajuda, mas nunca tanto como agora.

Certamente Deus já está preparando um outro canal gigantesco e você precisa ajudar, amém, e mesmo esse ai a gente precisa saudar o compromisso com eles”.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste portal. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Comentários

comentários


Recomendado para você

Últimas Notícias

Scroll Up