31.3 C
Rio Branco
1 agosto 2021 3:04 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

MS passa dos 8 mil óbitos Covid e sábado ratifica gangorra em novos casos na semana

Hoje, foram 51 mortes que ocorreram na últimas 24 horas, para MS atingir 8.044 óbitos

POR LÚCIO BORGES ORTEGA - CORRESPONDENTE MS

CAMPO GRANDE (MS) – O sábado (26) de Mato Grosso do Sul confirmou a marca de mais de 8 mil mortos pela Covid 19, desde sua origem em março de 2020, como noticiamos na última quarta-feira ou que relatamos que poderia ocorrer nesta semana. Hoje, para fechar o quadro, 51 mortes ocorreram na últimas 24 horas. Assim, o MS atingiu 8.044 óbitos, sendo 1.065 somente neste mês de Junho. O numero de hoje, também volta a passar dos 50 dia, que não ocorria nesta semana, e baixou bem as mortes entre média de 21 dias.

O MS confirmou pelo boletim epidemiológico de hoje, mais 1.582 casos novos de Covid, atingindo 332.118 infectados desde o início da pandemia. Os recuperados somam 309.336. Mas, o Estado tem 14.647 casos ativos de Covid. Em isolamento domiciliar estão 13.767 pessoas e 971 hospitalizadas. Em leitos clínicos estão 446 pessoas e em 525 UTIS (Unidades d Terapia Intensiva).

A semana de casos positivo mostrou uma verdadeira gangorra, de sobe e desce, entre baixo números e altas de um dia para outro. O exemplo, maior foi ontem, com record e voltando a passar dos 2 mil novos casos e hoje baixou aos 1,5 mil. Na segunda-feira foram ‘somente’ 606. Já na terça dobrou, subiu aos 1,206 casos, e na quarta-feira, continuou a subir, marcando 1.711. Na quinta-feira caíram para 1,190 e ontem explodiu aos 2.130.

Voltando aos óbitos, Junho já é o terceiro, e deve ficar no segundo mês mais letal da pandemia. Até hoje, o mês perde apenas para março (1.098) e abril (1.396) deste ano. E sendo ‘natural’, os quatro maiores municípios são os com maiores números de vitimas fatais. Campo Grande segue com 40,9% dos casos óbitos em decorrência da covid, ou seja, 3.292 mortes. É seguido por Dourados (595), Três Lagoas (456), Corumbá (424) e Ponta Porã (271).

UTIs baixou

A taxa de ocupação de leitos de UTI está em 99% na macrorregião de Campo Grande. Dourados e Três Lagoas com 92%. Enquanto a Capital, após todo mês passar dos 100%, baixou um pouco ontem e hoje, Corumbá entrou e encontra-se com 100% dos leitos ocupados.
Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.