27.3 C
Rio Branco
21 setembro 2021 10:30 am

Coluna do Astorige: suspense, documentário e terror pra grudar você na tela e garantir fortes emoções

POR ASTORIGE CARNEIRO, PARA O CONTILNET

Última atualização em 07/08/2021 14:28

VEM AÍ DEMAIS!!!

Mais uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz pra Gaga? Quase certeza que sim, porque o frisson em cima de “Casa Gucci” não é pouco: além do elenco por si só, é dirigido por ninguém menos que Ridley Scott – na lista de trabalhos dele, estão “apenas” Alien (1979), Blade Runner (1982), e Gladiador (2000). Só falta ver se vai vir uma canção tão chiclete como “Shallow”, hahahaha. Estreia em 27 de janeiro de 2022 no Brasil.

THRILLER GOSTOSO FAZ ASSIM

Não tem como falar muito dessa série sem entregar coisa importante, então só assiste o trailer e depois vai maratonar “Cruel Summer”! O que dá pra falar é o básico do básico: três linhas temporais (1994-95-96) para mostrar o impacto do desaparecimento de uma adolescente em uma pequena cidade dos EUA. O plot twist? Uma “admiradora” pode estar mais envolvida do que admite. Duvido você ver o final do primeiro episódio e não ficar curioso pra ver como termina. Dica de amigo: o final do último episódio vai te deixar –> O __ O
Disponível no Amazon Prime Video

AMOR, AMOR, AMOR

Uma fuga de uma relação frustrada se mostra mais difícil quando você está (literalmente) ligado à pessoa por um chip. Em “Made for Love”, após dez anos vivendo uma relação terrível com o ex-marido, Bryan, Hazel Green (Cristin Milioti) resolve recomeçar do zero. Mas ela não sabe que ele instalou um chip em seu cérebro, que o permite acessar todas as suas memórias, sensações e até controlar atitudes. Agora, a jovem precisa se livrar do ex sociopata para, finalmente, ser livre.
Disponível na HBO Max

EM NOME DE… JESUS?

Nesta semana, foi disponibilizado o documentário “Pray Away”, retrato forte e atordoante de sobreviventes das terapias de conversão – práticas de cunho médico ou religioso que buscam “curar” pacientes LGBTQIA+. Em pouco menos de duas horas de duração, diversos ex-líderes e vítimas do tratamento são entrevistadas, detalhando como funciona e quais são os danos culturais e sociais desse tratamento para a comunidade. Pesado (no sentido de despertar diálogos incômodos), necessário e urgente, pois estas práticas existem até hoje.
Disponível na Netflix

NÃO É O QUE PARECE

Pra quem gosta de um toque de frescor ao gênero, aperta o play em “Uma Clássica História de Terror”. O filme começa como 0293040 outros: um grupo de desconhecidos se vê numa baita confusão, isolados da civilização, e ameaçados por forças desconhecidas. Mas o último terço do filme… Ah, como é boa, uma vingança bem sangrenta. E ainda tem um toque de metalinguagem ao final.
Disponível na Netflix

PARA COLOCAR NA PLAYLIST

The Weeknd entregando tudo (como sempre):

Um toque de Flamenco ao pop:

Homenagem entre gerações:

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.