24.3 C
Rio Branco
15 setembro 2021 11:05 pm

Mais uma das denúncias contra Frank Lima é exposta: “Se eu fosse para cama com ele, não seria demitida”

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 31/08/2021 11:13

A vereadora Michelle Melo  (PDT) subiu à tribuna da Câmara Municipal de Rio Branco para reafirmar seu posicionamento favorável ao pedido de impeachment de Tião Bocalom,  prefeito de Rio Branco.

Ela levou a conhecimento dos colegas de parlamento parte de uma denúncia contra o secretário Frank Lima, em que a denunciante detalha o assédio sexual que teria sofrido.

VEJA TAMBÉM: MPAC pede afastamento de Frank Lima da Semsa no dia em que impeachment de Bocalom é votado

Ela conta que trabalha na Secretaria de Saúde do Município e que o assédio ocorreu quando soube pelo próprio Frank Lima que seria demitida: “Ele então me disse que havia um jeito de reverter, que era almoçando com ele, e então me disse que se eu fosse para a cama com ele não seria demitida”, diz a denunciante.

A servidora diz ainda que hoje toma remédio controlado por tudo que passou. “Toda vez que o vejo, me sinto suja”.

Com dados em mãos que mostram números assustadores sobre assédio sexual no trabalho, a vereadora Michelle diz que o que está em pauta não é se Bocalom trabalha ou sua honestidade, “mas o ato de coleguismo do chefe do Executivo Municipal em detrimento de seu secretário”, que culminou no pedido de impeachment.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.