23.3 C
Rio Branco
16 setembro 2021 4:48 am

Rio de Janeiro planeja 40 dias de Carnaval de rua em 2022

POR MELHORES DESTINOS

Última atualização em 20/08/2021 19:40

A Prefeitura do Rio de Janeiro planeja compensar o cancelamento do Carnaval deste ano com uma festa grandiosa em 2022. Num edital publicado pela RioTur, empresa municipal de turismo, estão previstos desfiles de 500 blocos oficiais entre 27 de janeiro a 6 de março do próximo ano, além dos desfiles oficiais das escolas de samba, que acontece no Sambódromo da Sapucaí.

Em 2020, somente o Carnaval de rua envolveu mais de 7 milhões de pessoas na cidade, ao longo de 50 dias, de acordo com uma estimativa da Prefeitura. Só não teve mais porque o governo limitou a saída de vários blocos por questão de segurança.

Réveillon 2022 no Rio de Janeiro deve reunir 3 milhões de pessoas

O Réveillon do Rio de Janeiro é outra festa que já está na programação da Prefeitura. São esperados 3 milhões de pessoas em eventos oficiais organizados em dez bairros. Serão 13 palcos espalhados na cidade, além da tradicional queima de fogos na orla carioca.

O planejamento para a chegada de 2022 na capital fluminense inclui três palcos em Copacabana: em frente ao Copacabana Palace, um próximo à Rua Santa Clara e outro no Leme. Além das balsas com fogos de artifício, outros dez pontos poderão ter eventos na virada, entre eles a Praia do Flamengo e duas locações inéditas: o Boulevard Olímpico e a Praça Guilherme da Silveira, em Bangu.

No último Réveillon, em função da pandemia, não houve queima de fogos na orla e poucas pessoas circularam pela orla carioca na virada do ano.

Leonardo Cassol

Leonardo Cassol
20/08/2021 às 21:21

A Prefeitura do Rio de Janeiro planeja compensar o cancelamento do Carnaval deste ano com uma festa grandiosa em 2022. Num edital publicado pela RioTur, empresa municipal de turismo, estão previstos desfiles de 500 blocos oficiais entre 27 de janeiro a 6 de março do próximo ano, além dos desfiles oficiais das escolas de samba, que acontece no Sambódromo da Sapucaí.

Em 2020, somente o Carnaval de rua envolveu mais de 7 milhões de pessoas na cidade, ao longo de 50 dias, de acordo com uma estimativa da Prefeitura. Só não teve mais porque o governo limitou a saída de vários blocos por questão de segurança.

Bloco da Anita no Rio de Janeiro, em 2020. Divulgação: Prefeitura do Rio de Janeiro

Réveillon 2022 no Rio de Janeiro deve reunir 3 milhões de pessoas

O Réveillon do Rio de Janeiro é outra festa que já está na programação da Prefeitura. São esperados 3 milhões de pessoas em eventos oficiais organizados em dez bairros. Serão 13 palcos espalhados na cidade, além da tradicional queima de fogos na orla carioca.

O planejamento para a chegada de 2022 na capital fluminense inclui três palcos em Copacabana: em frente ao Copacabana Palace, um próximo à Rua Santa Clara e outro no Leme. Além das balsas com fogos de artifício, outros dez pontos poderão ter eventos na virada, entre eles a Praia do Flamengo e duas locações inéditas: o Boulevard Olímpico e a Praça Guilherme da Silveira, em Bangu.

No último Réveillon, em função da pandemia, não houve queima de fogos na orla e poucas pessoas circularam pela orla carioca na virada do ano.

Réveillon no Rio de Janeiro. Divulgação: RioTur

Pandemia ainda pode alterar ou cancelar as festas

Os documentos divulgados deixam claro que a realização dos eventos está condicionada à evolução da pandemia e às determinações dos órgãos oficiais, podendo ser cancelados ou modificados.

Atualmente, boates e festas com vendas de ingresso continuam proibidas no Rio de Janeiro. Já o comércio e demais atrações seguem funcionando normalmente, observando regras de distanciamento, o uso de máscaras e limitação de capacidade.

Será que vamos conseguir comemorar essas festas com segurança?

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.