37.6 C
Rio Branco
21 setembro 2021 2:23 pm

VÍDEO: PM acreana envolvida em polêmica com trisal detona homens do AC, chama acreanas de ‘carentes’ e choca web

POR DOUGLAS RICHER, DO CONTILNET

Última atualização em 11/08/2021 09:24

A reprodução dessa coluna fica proibida sem os créditos do colunista e site. A cópia desse conteúdo sem autorização gera processos judiciais.

Siga meu Instagram e veja mais conteúdos: @douglasricher.

Figura polêmica de opiniões fortes, a agente da PM, Lígia Messias, dividiu opiniões após publicar um vídeo em seu Instagram abordando relacionamento.

No vídeo, a acreana, que recentemente assumiu a bissexualidade, fala sobre namorar homens de outros estados e detona os acreanos: “Não me importo namorar com alguém de foras não, pelo contrário, eu quero é encontrar um cara de fora, porque no Acre só tem cara babaca”.

A policial não esconde seu descontentamento com os acreanos e ainda sobrou para a mulherada: “Se for bonito e rico, se acha o semideus. Porque realmente no Acre as mulheres são carentes, dando um pouquinho de atenção se derrete toda. Mais eu não sou carente, comigo se fode.”

Lígia ganhou bastante visibilidade após se envolver em uma polêmica com o famoso trisal acreano. Ela foi manchete nos sites acreanos após assumir sua bissexualidade e trocar indiretas com Alda Radine por enviar ‘suposta cantada’, a administradora Darlene Oliveira, companhia de Alda e Nery, no trisal acreano.

Lígia esclareceu a polêmica dizendo que a mensagem era um simples elogio e não uma cantada. O caso ganhou olhar especial do Comando da Polícia Militar do Acre (PMAC), que publicou uma nova portaria no Diário Oficial do Estado (DOE) com regras que podem penalizar militares que usam as redes sociais de forma indevida. A espécie de código de conduta na internet veio após militares surgirem como celebridades na web.

Fotos: Reprodução/Instagram

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.