33.3 C
Rio Branco
13 outubro 2021 12:18 pm

Pré-candidato à reeleição na OAB, Erick Venâncio diz que ele e sua família estão sendo alvos de ataques

Erick destacou que "quem age dessa forma não merece o respeito da advocacia"

POR EVERTON DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 22/09/2021 09:31

O atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seccional Acre (OAB/AC), Erick Venâncio, disse que ele e sua família estão sendo alvos de ataques feitos por contas clandestinas, perfis falsos e outras ferramentas na internet.

O jurista disputa sua reeleição à frente do cargo. Seu adversário é o advogado Rodrigo Aiache Cordeiro, de 41 anos, que é mestre em Direito Político e Econômico pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

“A covardia é o escudo daqueles que não tem coragem. Temos sido vítimas de uma sórdida campanha que ao invés de discutir ideias, propósitos e intenções tem se restringido a atacar covardemente pessoas e até mesmo a nossa instituição. Por meio de contas clandestinas, perfis falsos e outras ferramentas próprias a quem vive no submundo, na clandestinidade, os mensageiros da renovação ofendem até mesmo nossas famílias. Distorcem fatos e criam fake news a fim de ofender e macular a nossa honra. Tudo parece valer a pena”, escreveu Venâncio.

Erick destacou que “quem age dessa forma não merece o respeito da advocacia, pois não ostenta condições, seja de coragem, seja de honradez, para se pretender representante de ninguém, a não ser de si mesmo, do ódio e do desprezo pelo próximo que carrega consigo”.

“Não iremos enveredar por esse caminho. Continuaremos a discutir e trabalhar pelo presente e pelo futuro da advocacia. Agradecemos, eu e Nayara, pelas inúmeras manifestações de solidariedade. Quem tem trabalho, não precisa de perfis falsos; Quem tem história, não precisa da clandestinidade; Quem foi forjado na luta, não se esconde na covardia; Quem tem Deus no coração, não age com ódio, mas sim com amor”, finalizou.

Ainda não há data certa para realização da eleição para escolha do novo nome que vai presidir a ordem no Estado.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.