28.3 C
Rio Branco
28 novembro 2021 4:50 pm

Comissão do Senado autoriza empréstimo de 350 mi de euros; saiba objetivo

Dinheiro servirá para o governo brasileiro financia renda de populações atingidas pela pandemia

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 19/10/2021 16:12

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou na tarde desta terça-feira (19) mensagem que autoriza o Brasil a contratar empréstimo no valor de até 350 milhões de euros para ajudar no financiamento do Programa Emergencial de Apoio à Renda de Populações Vulneráveis Afetadas pela Covid-19 no Brasil. O relatório é do senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB). O colegiado aprovou um requerimento de urgência para que a matéria seja votada ainda nesta terça-feira pelo Plenário.

O empréstimo autorizado será tomado com o banco de desenvolvimento alemão KfW Entwicklungsbank. De acordo com o governo, o recurso servirá para reembolso de despesas já efetuadas e será destinado exclusivamente ao pagamento de dívida pública federal. O programa emergencial contempla ações de renda básica emergencial como o auxílio emergencial, a expansão do Bolsa Família, o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e Renda e o Seguro-Desemprego.

O presidente da CAE, senador Otto Alencar (PSD-BA), defendeu a aprovação da mensagem, destacando que os recursos devem ser aplicados no atendimento das populações “economicamente mais fracas e vulneráveis”, disse a Agência Senado. “Esse é um empréstimo de alta importância no momento em que o país vive, com as grandes dificuldades enfrentadas pelas populações economicamente mais fracas e vulneráveis. São mais de 20 milhões de brasileiros passando fome, disputando migalhas de caminhões de lixo e ossos de açougues. O Brasil não poderia chegar onde chegou. São dificuldades impostas não só pela crise sanitária gerada pela pandemia, mas muito também pela falta de politicas públicas do governo federal”, disse o senador Otto Alencar.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.