20.3 C
Rio Branco
25 outubro 2021 10:02 am

Governador acerta em Brasília a expansão da telefonia móvel para comunidades isoladas do Acre

POR ASCOM

Última atualização em 07/10/2021 16:49

Em Brasília, o governador Gladson Cameli acertou a expansão da telefonia móvel para todas as comunidades distantes do Acre que não dispõem do serviço. Ele tratou do assunto com representantes da empresa Tim de telefonia e da distribuidora de energia Energisa, nesta quarta-feira, 6, por meio de videoconferência realizada na sede da Representação do Governo do Acre em Brasília (Repac).

Iniciativa visa levar telefonia móvel para comunidades remotas onde há déficit de infraestrutura de rede elétrica. Foto: Dilma Tavares

O objetivo, disse o governador, é levar a telefonia móvel, com Internet 4G, para todas as comunidades das regiões distantes do estado. Será uma expansão do serviço instalado na Vila Restauração, localizada na Reserva Extrativista do Alto Juruá, onde já foi instalada a primeira antena 4G da Tim.

“O primeiro passo já foi dado. Já temos a primeira comunidade com esse sistema funcionando na Vila Restauração, no Juruá. E vamos expandir para todas as regiões do estado, como Santa Rosa, Santa Luzia, Lagoinha, as comunidades de Porto Acre, do Baixo Acre, do Alto Acre, enfim, onde tiver uma quantidade de famílias residindo, vamos levar a telefonia móvel para aquelas populações”, afirmou.

A iniciativa se dará por meio do projeto Sky Coverage, desenvolvido pela Tim e a Energisa, que visa levar telefonia móvel para comunidades remotas onde há déficit de infraestrutura de rede elétrica. Isso significa que a solicitação do governador para a expansão da telefonia móvel para as comunidades distantes do estado também garantirá melhorias na geração de energia elétrica nessas localidades, serviço necessário para o funcionamento desse tipo de comunicação.

Conforme Gladson Cameli, a ideia é que essa expansão ocorra o mais rápido: “O acordo é que seja para ontem”, disse ele, destacando que levar esse benefícios de comunicação para as comunidades isoladas significa “cumprir o que está na Constituição”, que estabelece “direitos iguais para todos”, disse o governador, que também solicitou a melhoria do sinal de telefonia móvel na zona urbana que hoje enfrentam problemas na área, a exemplo do aeroporto de Rio Branco.

A reunião para tratar do assunto foi realizada pelo governador com Paulo Humberto Cerchi e Leandro Guerra, representantes da TIM, e Sandro Pereira Cortez, da Energisa. Também participaram do encontro o representante do governo do Acre em Brasília, Ricardo França, e o secretário da Fazenda do Estado, Rômulo Grandidier.

Grandes obras

Gladson Cameli está em Brasília numa série de audiências em busca de recursos e apoios para o Acre. Nesta quinta-feira, 7, conforme adiantou, ele deverá reunir-se com integrantes do Ministério da Economia em busca de recursos por meio de um fundo de investimentos, no valor de R$ 260 milhões, para “investir em grandes obras de infraestrutura no Estado, que vão gerar emprego e renda”.

Na terça-feira, 5, o governador manteve audiências com os ministros da Educação, Milton Ribeiro; e da Justiça, Anderson Gustavo Torres; a quem solicitou apoios para as respectivas áreas no Estado e recebeu garantia de ajuda.

“Conseguimos colocar em pauta todos os nossos projetos para a educação, como as escolas indígenas”, explicou o governador, destacando ainda o apoio ao pleito da Universidade Federal do Acre e o sinal positivo do ministro da Educação para a construção do hospital universitário daquela instituição.

No Ministério da Justiça, o governador destacou a garantia, pelo ministro, da liberação de recursos de emendas parlamentares destinadas à área de segurança no Estado, assim como a presença das forças de segurança na região, no enfrentamento ao tráfico de drogas. Ele convidou inclusive o ministro para ir ao Acre e tratar do assunto no estado.

“O ministro se comprometeu, porque temos que coibir todo o tráfico de entorpecentes que temos naquela região”, disse Cameli.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!