23.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 5:16 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Governo do Acre consegue aprovar na Aleac empréstimo de mais de 40 milhões de dólares

POR THIAGO CABRAL, DO CONTILNET

Aprovado

Foi aprovado na tarde de hoje, pelos deputados estaduais membros das comissões de Orçamento e Finanças e de Serviço Público da Aleac, o texto-base que dá ao Governo do Acre a permissão de contratar um empréstimo de 41 milhões de dólares. O dinheiro, segundo o governo, vai financiar obras importantes no estado.

Dólares bolivianos

O Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata, Fonplata, de origem boliviana, é o credor do Acre nesta operação.

Confiável

De acordo com o economista Orlando Sabino, que é presidente do Fórum Empresarial de Inovação e Desenvolvimento do Acre, e que esteve na Aleac, o banco boliviano é confiável e seguro, já que tem investimentos no Brasil, Argentina, Uruguai, Paraguai e na própria Bolívia. O deputado estadual Daniel Zen (PT) também afirmou que o banco é uma instituição séria. “O Fonplata é um banco decente, o Governo tem que investir então eu peço aos colegas que aprovemos, agora temos que discutir bastante o destino desse dinheiro esse é o nosso papel”, disse.

Vai ajudar

O secretário de Planejamento do Acre, Ricardo Brandão, também esteve na Assembleia Legislativa do Acre para esclarecer aos parlamentares o que Governo pretende fazer com os milhões de dólares. Brandão disse que o montante será aplica nas obras de reestruturação da rodovia AC-40, do trevo da BR-317 até Plácido de Castro; na construção da ponte de interligação do Bairro 15 com a Regional da Baixada, em Rio Branco; na construção de ponte de interligação entre os bairros Sibéria e Centro, em Xapuri; na urbanização com contenção das margens do Rio Acre, em Rio Branco; na urbanização com contenção das margens do Rio Juruá, em Cruzeiro do Sul e na implantação do coletor tronco da bacia do Igarapé Boulevard Thaumaturgo, também em Cruzeiro do Sul.

Emendas

No rastro do empréstimo, os deputados estaduais aprovaram também duas emendas, uma do deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) e outra do deputado Roberto Duarte (MDB). A emenda de Edvaldo destina parte dos recursos para a produção rural, já a de Duarte revoga as autorizações anteriores para os outros empréstimos aprovados pela Aleac, que foram feitos pelo governo de Gladson Cameli (PP).

Unale

A União Nacional dos Legisladores e Legislativos (Unale), que já foi presidida pelo deputado estadual Luis Tchê (PDT), e hoje tem como líder máxima a deputada estadual Ivana Bastos (PSD/BA), trouxe uma caravana para a Aleac nesta terça (19). Além de Ivana, vieram também o vice-presidente da entidade, Lídio Lopes (Patriota/MS) e o tesoureiro Diogo Moraes (PSB/PE). A comitiva veio ao Acre convidar os deputados estaduais para participarem da 24º Assembleia da UNALE, que vai acontecer em novembro na cidade de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul.

Trocou

Rodrigo Fernando Rodrigues já não é mais o diretor do Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Acre (PROCON), ele foi trocado por Adriane Ferreira Ximenes Rodrigues. O governador trocou o gestor com pouco mais de um mês do cargo, já que a nomeação de Rodrigues ocorreu no dia 9 de setembro. Já a exoneração, saiu hoje.

Trocou 2

Quem também mexeu na equipe nesta terça foi o prefeito Tião Bocalom. O chefe do Executivo municipal exonerou Pollyana Garcia Lima Souza, do cargo de diretora-presidente do Serviço de Água e Esgoto de Rio Branco (Saerb) e nomeou Sheila Andrade Vieira, que já responde pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para acumular o cargo de diretora da Saerb.

Motivos

De acordo com site AC24horas, os motivos que levaram à queda de Pollyana foram a lentidão no processo de reversão do sistema de água e esgoto do Governo do Estado para o município e a relação ruim de Pollyana com alguns dirigentes e servidores da autarquia.

Vai baixar

Publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de hoje, o decreto que reduz a tarifa de ônibus de R$ 4,00 para R$ 3,50 vai entrar em vigar com cinco dias úteis após sua publicação, ou seja, no início da próxima semana. A redução tem validade até 30 de junho do ano que vem.

Denúncia

O vereador Emerson Jarude (MDB) denunciou hoje, na Câmara de Vereadores, que as escolas municipais estão sofrendo com falta de merenda, EPIs e álcool em gel vencido. A denúncia é fruto de uma fiscalização que que seu gabinete tem feito nas escolas públicas da rede municipal de ensino, por conta do retorno das aulas presenciais. “Os itens de segurança não foram sequer entregues. A Prefeitura não se preocupou nem em fazer a substituição dos professores. Tem escola que só vai retomar as aulas no próximo ano, por culpa da falta de planejamento e organização da prefeitura da capital. Esse é o caso da Escola Mariana da Silva Oliveira. Eu nunca vi a merenda ser tão sucateada como agora. Não tem sequer leite para as crianças”, denuncia o emedebista.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.