32.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 3:29 pm

Em Campo Grande, Nicolau defende inclusão do pessoal de apoio da Educação em abono

Deputado disse que os 24 parlamentares estaduais são a favor da medida e defende um amplo debate sobre o tema na próxima semana, quando retorna de Campo Grande (MS)

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 25/11/2021 15:27

O presidente da Assembleia Legislativa do estado do Acre (Aleac), Nicolau Júnior (PP), defendeu, em Campo Grande (MS), a defende inclusão de pessoal de apoio no abono da educação anunciado pelo governador Gladson Cameli. O deputado está no Mato Grosso do Sul participando do congresso nacional da Unale, entidade que congrega deputados estaduais de todo o país.

O deputado defendeu ainda um amplo debate entre governo e instituições para que o abono da educação, anunciado pelo governo para mais de 8 mil professores, possa contemplar também os servidores de apoio, que ficaram de fora do benefício. O abono para os professores seria superiores a R$ 16 mil.

Nicolau Júnior disse ainda que se reuniu com os 12 deputados acreanos que participam de evento no Mato Grosso do Sul e que, juntos, os parlamentares defenderam uma agenda intensiva com todas as instituições para encontrar segurança jurídica que ampare a inclusão do pessoal de apoio. Na semana que vem, quando retornarem ao Estado, os deputados irão se reunir com a Procuradoria Geral do Estado, Ministério Público, Tribunal de Contas e Sindicato da categoria, para iniciar o amplo debate.

“Primeiro é preciso destacar essa iniciativa do governo, mas é necessário que a gente convoque todos os entes envolvidos nessa questão para juntos, procurarmos uma saída jurídica para que o pessoal de apoio também possa receber esse abono”, disse o presidente.

O deputado também lembrou que a equipe da secretaria Socorro Neri fez um grande esforço para que o abono ficasse disponível para os professores, porém, diante da reivindicação da categoria que que alega ter direito ao benefício, avalia ele, é preciso que todas alternativas sejam avaliadas.

O chefe do Legislativo estadual adiantou que todos os 24 deputados estaduais estão engajados nessa causa e espera que de forma responsável, seja encontrada uma saída jurídica que sustente a ampliação do pagamento alçando esses servidores.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!