30.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 4:02 pm

Passagens aéreas estão mais caras em quase 35% no país, diz pesquisa

POR TIÃO MAIA, PARA O CONTILNET

Última atualização em 16/11/2021 11:03

Dados do IPCA-15 (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de outubro, IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgados nesta terça-feira (16), informam que as passagens aéreas no país estão mais caras 34,35%. O aumento, causado pela inflação, refletiria o fim das fases mais restritivas da pandemia do novo coronavírus no Brasil, o que aumentou a procura por passagens.

De acordo com o IBGE, o movimento resultou na segunda disparada seguida dos preços das passagens aéreas. Conforme a prévia da inflação, os bilhetes ficaram 34,35% mais caros em outubro, após um salto de 28,76% apurado em setembro pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

As variações fizeram o preço das passagens acumular uma alta de 13.26% nos últimos 12 meses. Trata-se da primeira valorização dos bilhetes na base de comparação desde dezembro de 2019. Somente neste ano, os tickets ficaram 50,36% mais caros.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.