24.3 C
Rio Branco
13 janeiro 2022 8:42 am

Jéssica Delboni desbanca campeã do Invicta e conquista primeiro cinturão para o Brasil em 2022

Disputa pelo título do peso-átomo aconteceu nesta quarta-feira, nos EUA, e brasileira venceu revanche contra a americana Alesha Zappitella por decisão unânime dos juízes

POR COMBATE, GE

Última atualização em 13/01/2022 08:41

O Invicta FC 45 foi realizado nesta quarta-feira, em Kansas City, nos EUA, e deu o pontapé inicial para os grandes eventos de 2022. Na luta principal da noite, a brasileira Jéssica Delboni dominou a campeã Alesha Zappitella e é a nova dona do cinturão peso-átomo da organização. Além de conquistar o primeiro título mundial para o Brasil este ano, ela ainda se vingou de uma amarga derrota.

Jéssica Delboni e Alesha Zappitella se enfrentaram em maio do ano passado e a lutadora americana levou a melhor em uma polêmica decisão dos jurados. Disposta a buscar uma nova chance pelo título, a parceira de treinos de Jéssica Bate-Estaca venceu um GP com três lutas na mesma noite menos de um mês depois daquele revés.

E, neste reencontro, a história foi diferente.

A luta

Delboni foi logo pra trocação franca nos segundos iniciais, mas acabou derrubada. A brasileira não quis saber de ficar por baixo e rapidamento se levantou. A campeã encaixou uma boa guilhotina em pé, mas Delboni escapou. Zappitella ainda conseguiu levar novamente para o solo, mas a brasileira se levantou e continuou levando perigo em pé.

Delboni quase definiu a luta no segundo round, quando sua adversária tentou uma queda e a brasileira acertou boas cotoveladas. Zappitella resistiu ao ataque, mas continuou tendo problemas na trocação.

Delboni manteve o domínio no terceiro round, sendo melhor na luta em pé e anulando as tentativas de quedas da sua adversária. Cada vez mais preocupada com a vantagem de sua oponente na trocação, Zappitella tentou levar para o solo várias vezes no quarto round, mas continuou sendo anulada pela desafiante, que seguiu melhor na disputa.

A americana até conseguiu escapar da trocação franca no último round, mas também não se encontrou no solo, onde foi bem travada por Delboni, que a incomodava em várias posições. A disputa foi para a decisão dos jurados e a brasileira venceu por unanimidade (50-45, 50-45 e 49-46), conquistando o cinturão peso-átomo do Invicta.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.