27 de maio de 2024

Se prazo de filiação encerrasse hoje, ordem de Bolsonaro seria Márcia Bittar no PL

Valdemar Costa Neto, presidente nacional do Partido Liberal (PL) já está ciente de que no Acre, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tem uma candidatura prioritária, e essa candidatura atende pelo nome de Márcia Bittar. Uma reunião entre o Valdemar, Jair e o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) discutiu a questão.

Informações que chegam de Brasília dão conta de que a petição do senador Marcio Bittar (UB-AC), que prefere Márcia no União Brasil, não foi vista com bons olhos pelo presidente da República. O motivo? Bolsonaro vislumbra um palanque gordo no Estado. Com Márcia Bittar no PL, a sigla se junta a um pomposo número de partidos que já apoia a professora para o Senado, e Gladson Cameli para o Governo.

Conduzindo o partido, Márcia poderia, também, melhorar a performance da sigla – já que, afinal, abriga o Presidente da República. À frente do Solidariedade, entre 2017 e 2018, foi a responsável por ampliar a expressividade do partido que elegeu a deputada federal Vanda Milani e marcou presença nos municípios. Fez o dever de casa – e teria a mesma missão no PL.

A última reunião não foi um veredito. O grupo tem até o início de abril para decidir o destino de Márcia. Mas a negativa de Bolsonaro diz muita coisa.

Não esquecer

Existe um terceiro interessado nessa articulação envolvendo o PL. Falei sobre isso na coluna anterior. Informação importante.

Para onde Bolsonaro quiser

Procurada, Márcia Bittar disse que, se pudesse escolher, iria para o União Brasil – partido que, aliás, vai ter uma excelente verba para trabalhar seus quadros. “Mas sempre disse: vou para onde Bolsonaro quiser”.

Nas mãos do presidente

Senador Marcio Bittar, a este humilde jornalista, também disse que expressou sua vontade e que nada mais deve fazer, a não ser aguardar. “Eu e Márcia estávamos trabalhando para ela vir para o União Brasil, mas essa é uma decisão do presidente. Deixa eles resolverem”.

Irmãos Rocha

Com os últimos desdobramentos envolvendo o PL, muita gente deve estar se perguntando: para onde iriam os irmãos Wherles Rocha, vice-governador do Acre, e Mara Rocha, deputada federal? Pois existe um plano B em mente. E esse plano atende pelo nome de Patriotas.

Emerson Jarude

A página Desacreditados, uma das mais populares do Acre com cerca de 80 mil seguidores, fez uma enquete para saber a preferência de seus seguidores para o Governo do Acre. Com um total de 6.451 votos, o vereador Emerson Jarude surpreendeu ao aparecer com 17,978% dos votos. Gladson aparece na liderança com 49,151% e Jorge Viana com 25,042%. Petecão apareceu com 7,827%.

Emerson Jarude²

Desde que colocou o nome para jogo, o vereador tem andado e até participou de agenda com o deputado federal Flaviano Melo. Jarude é uma opção alternativa aos nomes já conhecidos, pode oxigenar o quadro e tem agradado os ‘cabeças brancas’.

Foto: cedida

Cidadania

O Cidadania aprovou, na tarde deste sábado (19) a construção de uma federação com o PSDB nas eleições de 2022. No Acre, o professor David Hall, presidente da sigla e pré-candidato ao Governo, diz que seu nome na disputa majoritária está mantido.

Cidadania²

Com a aprovação, a pré-candidatura do senador Alessandro Vieira (SE) estaria estancada. Será que o Cidadania vai apoiar o rejeitado Dória, pré-candidato pelo PSDB? Tem gente que acredita que tudo pode acontecer.

PSDB

Consultado, o presidente do PSDB-AC, Manoel Pedro, disse que, por enquanto, acompanha as conversas, que só acontecem a nível federal: “Acompanho uma tratativa bastante avançada entre PSDB e Cidadania. Assim como está em curso uma aproximação [entre] PSDB e MDB”.

Horário de votação

Senador Sérgio Petecão (PSD-AC) continua na sua ferrenha luta contra unificação dos horários de inicio e encerramento da votação ao horário oficial de Brasília. A resolução, de nº 23.669 do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), foi aprovada em dezembro. Em novo material veiculado na TV Senado, Petecão disse que a decisão ‘não considerou a realidade do Acre’ e pediu a suspensão do trecho que estabelece a mudança. O material trouxe opiniões divididas.

PSD

Falando em Petecão, a filiação de Eduardo Leite, e sua disputa pela presidência da República pelo PSD, é dada como certa. O senador acreano prefere assim. Não quer ir nem com Lula e nem com Bolsonaro no primeiro turno.

Petecão

O senador sugeriu expulsão de Gladson Cameli do Progressistas, mas não apresentou bases concretas. Disse que, em 2020, Cameli apoiou Socorro Neri – ele saiu do partido. E, em 2022, ele estaria flertando com partidos. E quem não está? Gladson precisa de apoio de outras legendas, assim como Petecão. O senador vai sugerir sua própria expulsão também?

Rápida passagem

Essa coluna especial no fim de semana foi somente para trazer algumas rápidas informações. Na segunda-feira, estou de volta. Tem um racha entre figuras importantes do Estado, reunião de portas fechadas entre duas grandes lideranças, uma confirmação de pré-candidatura à Câmara Federal e mais. Você confere nas primeiras horas de segunda-feira (21). Até lá!

PUBLICIDADE
logo-contil-1.png

Anuncie (Publicidade)

© 2023 ContilNet Notícias – Todos os direitos reservados. Desenvolvido e hospedado por TupaHost